Home Escola Ensino cabulado, um problema cabeludo…

Ensino cabulado, um problema cabeludo…

97
0

copy-pasteÉ da natureza humana otimizar recursos para que tenhamos o menos trabalho possível. A tentação de não ter que estudar, usufruindo da boa vida estudantil é grande e pelos vistos são poucos os que não vão munidos para os exames de “auxiliares” de memória…

Lembro-me dos meus tempos de faculdade em que havia autênticos profissionais do copianço, utilizando mesmo tecnologia de ponta para facilitar a “arte” de copiar. Não me vou armar aqui em santinho e dizer que nunca copiei, também eu dei a minha “facadinha” na ética estudantil, mas não fazia disso vida e fi-lo apenas em situações muito pontuais.

A notícia é do ensino superior, mas a técnica é aperfeiçoada no 2º e 3º ciclo de escolaridade. Vejam o que se está a passar com a realização dos trabalhos, existem sites com trabalhos feitos onde os alunos vão lá, copy paste e pimba, já está! O pior é que temos alunos que pensam que não estão a fazer nada de errado. “Atão, se está na net é porque posso usar, né?”

Alguns professores detetam, outros não, uns safam-se outros não…

O estatuto do aluno já prevê este tipo de situações, foi uma clara evolução relativamente ao anterior, mas na prática pouco se alterou… Será uma questão cultural? Ou porque a maioria não é apanhada?

Este assunto merecerá o meu destaque, principalmente sobre a forma como a escola e os professores estão a lidar com esta questão, mas isso será mais lá para a frente.

MAIORIA DOS UNIVERSITÁRIOS COPIA NOS EXAMES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here