Início Escola Em 15 anos o Ensino Profissional aumentou 374%… Querem mais?

Em 15 anos o Ensino Profissional aumentou 374%… Querem mais?

87
2

Estive a esmiuçar novamente o documento sobre os números da educação em Portugal e é engraçado analisar alguns dados tendo como pano de fundo a opinião generalizada e que é formatada à conveniência de alguns.

Refiro-me ao ensino profissional e aos objetivos que estão estabelecidos para colocar 50% dos alunos nessa via. A insistências dos discursos levam a pensar que  é viável atingir esses valores, mas nada como números oficiais para conhecer a realidade…

matriculados ensino secundário

Se repararem no quadro acima, no quadradinho a vermelho, constatamos que 203790 alunos frequentam o chamado ensino regular, o equivalente a 51,7% de toda a oferta formativa. Quando se fala na aposta do ensino profissional é importante que se saiba que 29,1% frequenta cursos profissionais e 48,3% dos alunos já frequenta percursos alternativos ao ensino regular.

A realidade da industrial portuguesa e a atual taxa de desemprego provam que não é possível absorver tantos alunos  via profissional, então por que razão o valor de 50%? 

(Apenas um à parte, seria interessante conhecer a opinião das faculdades quanto ao objetivo estabelecido, pois com tantos alunos na via profissional e sabendo nós que a maioria não segue a via superior, o seu sustento era capaz de ficar um bocadinho comprometido…)

Estes cursos são financiados pela União Europeia, dantes era através do POPH, agora é através do POCH. Quantos mais alunos financiados por estas entidades melhor para o orçamento de Estado, e como temos verificado, a questão financeira está claramente acima da Educação propriamente dita. Não se trata da teoria da conspiração, trata-se de analisar dados e conhecer de forma superficial a escola e a sociedade portuguesa.

Vejamos agora quantos alunos concluíram o ensino via cursos (profissional) e via regular? Vejam o gráfico.

Cursos profissionais

Em 2014/2015, concluíram o ensino via regular 51,9%. Acham muito? E via puramente profissional, aproximadamente 30% (28,7%). As taxas de sucesso estão muito próximas aos números de matriculas e não é isso que está em causa. O relevante do quadro em cima é provar que a aposta no ensino profissional explodiu nos últimos anos e que já atingiu números difíceis de ultrapassar.

Tenha-se a consciência que em 15 anos, os alunos que concluíram o ensino secundário via profissional aumentou 468%… 468%!!!

Para terminar um cenário hipotético… Se metade do país não termina o ensino obrigatório pela via regular, o que seriam as médias, as taxas de reprovação e o abandono escolar se não existe um ensino alternativo? Não é uma crítica, não é um elogio, é apenas uma pergunta.

COMPARTILHE

2 COMENTÁRIOS

  1. Boa tarde.
    Poderia, por favor, indicar a fonte dos dados que apresenta? Procuro dadso semalhantes para incluir num trabalho universitario. Corresponde ao Pordata?

    Obrigada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here