Home Vários EducadaMente – Educar o que somos

EducadaMente – Educar o que somos

565
1

Apresento-vos mais uma colaboradora para o ComRegras. A Dra. Vera Silva é Pediatra e Investigadora na linha de investigação a Escola e o Cérebro. É uma honra para esta casa contar com alguém com o currículo da Dra. Vera Silva.

Fica o seu primeiro artigo de uma colaboração semanal.


EducadaMente – Educar o que somos

Estamos numa época de “Neurocultura” onde o foco passou do exterior para aquilo que o indivíduo é enquanto ser humano. A mente passou a ser o centro da atenção prestada pelas mais diversas áreas do conhecimento reunindo todas naquilo que podemos designar como neurociências, quando o objetivo comum é o cérebro nas suas mais variadas vertentes.

A mente localiza-se num espaço desconhecido, infinito e que em simultâneo consideramos conhecer como a palma da nossa mão. Sendo um espaço vasto ou até infinito, a mente reserva as maiores capacidades, mas também as maiores limitações. Podemos ser a nossa própria liberdade, mas também a nossa maior prisão. Como podemos ultrapassar esta dualidade? EducadaMente. A mente também se educa.

Desde o nascimento que vamos reunindo toda a informação circundante e a transformamos, criando memórias. O que absorvemos com os cinco sentidos e que analisamos converte-se naquilo que retemos e na forma como retemos. Experiências que para o outro serão simples e inócuas para muitos serão uma montanha intransponível. A maior parte da educação faz-se pelo exemplo. Aprendemos constantemente pelo que observamos aos outros e “se outro pode eu também posso”. É assim desde a infância, onde as pessoas de referência são na maioria dos casos os pais e mais tarde os professores.

Todos educamos e somos educados, pelo que todos somos educadores. Mas… os professores são educadores por excelência a um nível que os pais dificilmente serão. Dizer “obrigado” e “se faz favor” aprende-se em casa, se assim nos derem o exemplo, mas o ensino de tantas questões do mundo, vida, história, somas e subtrações pertence ao professor, educador por excelência neste campo. O professor torna-se um exemplo a seguir pela forma como fala, expõe as suas ideias, cativa e envolve os alunos na aprendizagem das matérias. No entanto, este educador por excelência, designado professor, também é um ser humano que precisa de EducadaMente, educar aquilo que é. Tem as suas limitações como qualquer um, mas tem também os seus heroísmos como todos. Encontrar o equilíbrio entre o ensino que é imposto, aquilo que o professor acha que deve ser e o que o professor é enquanto pessoa é deveras um desafio. Mas possível! Todos os desafios são possíveis, só se tornam impossíveis se os considerarmos problemas.

EducadaMente Senhores Professores são tão pessoas como todos nós e necessitam também de educar a vossa mente para o equilíbrio pessoal em primeiro lugar e dos vossos alunos por acréscimo. Educar a mente é essencial. Possível? Sim, mas um desafio enorme no infinito que esse espaço detém, onde o limite é ditado por aquilo que decidirmos. Jamais podemos educar mentes se não tivermos humildade de que a nossa mente antes de mais precisa de ser educada… EducadaMente.

 

Vera Silva

Pediatra

Investigadora na linha de investigação a Escola e o Cérebro

Universidade Católica Portuguesa

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here