Início Vários Educação, Saúde e Energias Renováveis com Juros de Crédito Pessoal mais Baixos

Educação, Saúde e Energias Renováveis com Juros de Crédito Pessoal mais Baixos

83
1

O crédito pessoal é sempre uma alternativa aquando o começo de um novo projeto ou em situações de necessidade. Dependendo da finalidade do seu crédito, os juros associados podem ser mais altos ou menores.

Neste terceiro trimestre do ano de 2019, os juros baixaram num grande número de situações, tornando-se mais acessível o pedido de crédito.

Caso tenha dúvidas sobre este crédito, o funcionamento do mesmo, as suas vantagens e quais os juros associados neste terceiro trimestre, continue a leitura.

Em que consiste um crédito pessoal?

O crédito pessoal é uma solução para pessoas que precisam de dinheiro de forma rápida, seja para liquidar uma dívida, pagar despesas extras ou inesperadas, financiar um projeto pessoal, pagar as suas férias, pagar os estudos, entre outros.

Ao pedir o crédito pessoal não necessita explicar como irá utilizar o dinheiro do empréstimo, no entanto, dependendo da finalidade, pode encontrar outras soluções vantajosas e com juros mais baixos. Caso não tenha o conhecimento necessário, comunique a finalidade do pedido de crédito e peça apoio na escolha do melhor produto financeiro.

Escolhido o tipo de crédito, pode fazer o pedido no balcão ou através do meio online.

Quem pode pedir este financiamento?

Qualquer pessoa pode ter acesso ao crédito pessoal e, muitas vezes, apenas é necessária a apresentação de documentos de rendimento – ou seja, que comprovem que pode pagar a dívida futura.

Claro que estes são casos simples. Em casos de valor mais elevado, pode ser necessária uma garantia para conseguir o crédito. Essa garantia, regra geral, está associada a pedidos de crédito habitação, investimento em terrenos ou na compra automóvel.

Para pedir o crédito pessoal deve fazer o pedido e entregar a documentação solicitada – previna-se com a fotocópia do cartão de cidadão, o comprovativo de morada e recibos de vencimento.

Como funciona o crédito pessoal?

Antes de escolher a instituição financeira para pedido de crédito, faça uma comparação no mercado. Após este passo deve fazer o pedido de crédito e enviar a documentação necessária para que o seu caso seja estudado. Caso as condições financeiras para pagamento da dívida sejam favoráveis, existe possibilidade de o crédito pessoal lhe ser concedido.

Assim que o crédito for aprovado, receberá o dinheiro do empréstimo na sua conta bancária.

Por último terá de pagar as prestações mensais para liquidar a dívida do crédito pessoal. Estas prestações devem ser previamente negociadas de modo a ser um encargo financeiro suportável.

Dependendo da finalidade do crédito, os juros também podem ser menores.

Mas e se necessitar de mais do que um crédito pessoal? Não se preocupe, pode pedi-lo, desde que comprove que pode fazer o pagamento das várias prestações.

Quais os cuidados a ter antes da contratação de um crédito pessoal?

Apesar de o crédito pessoal ser uma solução muito tentadora, existem alguns cuidados a ter antes da sua contratação. O principal cuidado, e que merece destaque, é o estudo do seu orçamento mensal e do impacto que terá uma despesa extra.

Comece por fazer uma simulação de quanto irá pagar mensalmente com a contratação do crédito. Esta simulação pode ser feita ao balcão ou no online.

Conhecendo esse valor mensal, estude o seu orçamento: se acrescentar a prestação mensal do crédito, conseguirá ter dinheiro para tudo? As dificuldades financeiras irão crescer ou o orçamento ficará muito idêntico?

Outra questão que pode ser útil para si caso tenha muitos créditos pessoais: já pensou no crédito consolidado? É uma opção que irá ajudá-lo a poupar mensalmente ao mesmo tempo que paga as suas dívidas.

Tendo resposta a estas questões, pode avançar com o pedido de crédito.

Educação, saúde e energias renováveis: estas são as áreas com crédito pessoal mais baixo

Neste terceiro trimestre as taxas de juros desceram para uma grande variedade de áreas, sendo que o valor máximo para cartões de crédito se manteve nos 16,1%.

Caso o seu crédito tenha como foco a educação, saúde, energias renováveis ou locação financeira de equipamentos, as taxas não podem ser superiores a 6,2%. Para outros créditos, a taxa máxima está nos 13,6%, mantendo o valor do segundo trimestre do ano de 2019.

Já quanto ao crédito automóvel existem algumas variações. Se por um lado a compra de carros novos tem uma taxa mais baixa, de 4,7% no máximo, os carros usados têm uma taxa superior, de 6% no máximo. Resumindo, será mais caro o financiamento para um automóvel usado.

Estas são excelentes notícias para quem pretende pedir crédito pessoal neste ano de 2019.

Está pronto para iniciar o seu pedido de crédito e começar o seu projeto pessoal?

Sara Silva

COMPARTILHE

1 COMENTÁRIO

  1. “Estas são excelentes notícias para quem pretende pedir crédito pessoal neste ano de 2019.
    Está pronto para iniciar o seu pedido de crédito e começar o seu projeto pessoal? ”

    Usurário
    adjectivo:
    1. Que empresta com juro excessivo; em que há usura.
    substantivo masculino
    2. Aquele que empresta com usura.
    3. Agiota; avarento; sovina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here