Home Escola Educação | “Foram mais troikistas que a troika”

Educação | “Foram mais troikistas que a troika”

110
0

A expressão não é nova e a auditoria do tribunal de contas vem reforçar a validade da dita. Em 4 anos foram reduzidos 29.864 professores, houve uma redução em um terço do número de estabelecimentos de educação e ensino (menos 2.513), o que obrigou a um aumento do número de alunos por escola.contas

A nível de poupanças os números dizem tudo e a máxima de fazer mais com menos, na educação não passa de uma falácia.

Acontece que as medidas implementadas pelo Ministério da Educação, segundo o relatório do TdC, acabaram por conduzir a poupanças de 453,9 milhões de euros em 2012, 551,5 milhões em 2013 e 327,8 milhões de euros em 2014, num total que ultrapassou os 1.330 milhões de euros. Ou seja, só em 2012 e 2013 o governo cortou o dobro do que estava previsto no memorando.

O Tribunal de Contas, apesar de não ser especialista em educação, não deixou de fazer umas considerações interessantes nomeadamente na questão dos impactos…

“providenciar pela elaboração de planos de ação para a melhoria da qualidade do ensino secundário e do ensino e formação profissional que contenham, designadamente, os objetivos, as ações previstas, o horizonte temporal, as metas a alcançar e os indicadores de realização, de modo a fundamentar de forma mais sustentada as opções de políticas públicas na área da educação” e “determinar a avaliação sistemática das medidas implementadas no setor da educação que abranja, designadamente, os impactos (quantitativos e qualitativos) para o sistema público de educação”.

Podem ver a notícia toda no link que se segue.

Austeridade. Educação perdeu mais de 1.300 milhões entre 2012 e 2014

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here