Home Escola É O Que Se Pode Fazer Quando Desistir Não É Opção

É O Que Se Pode Fazer Quando Desistir Não É Opção

328
0

Testemunho de Professor do Ensino Profissional.

Desde que foi decretada a suspensão das aulas, pese embora o pouco tempo de preparação, tenho visto uma demonstração de grande sentido de responsabilidade da maior parte dos colegas. É claro que há sempre aqueles que só conseguem ver o lado negativo de tudo o que nos acontece, mas, parece-me ser a minoria.

De um momento para outro, descobriram-se plataformas virtuais, métodos inovadores de ensino, metodologias de trabalho diferenciadas. Mas acima de tudo isto, muito empenhamento e muita entrega. E nisto posso incluir os meus alunos. Há aqueles que se deixaram ficar para trás, embora os meios técnicos não lhes faltem, mas foram muitos mais os que abraçaram o desafio comigo e lutaram e lutam para que se consiga, dentro de todo o negativismo que grassa, prosseguir na missão da escola.

E descobriu-se que sim, é possível ensinar assim. Não tanto quanto na nossa escola, não da mesma forma, com a mesma eficiência, mas com o mesmo amor alguma coisa lá se consegue. É o que se pode fazer quando desistir não é opção.

Não posso deixar de relevar que a direção do meu agrupamento, que critico quando tenho de criticar, fez todo o possível e até mais do que seria de esperar para que nenhum aluno ficasse desamparado. Desde recuperar todo o material informático que pudesse ser emprestado, até contactar com as juntas de freguesia e qualquer outra instituição que nos pudesse auxiliar.

Obviamente estamos todos saturados de estar à frente de um ecrã, mas eu não consigo ver como, com estas contingências, se conseguiria fazer muito melhor. Há situações com as quais não concordo de todo, mas não sendo eu o dono da verdade, vivo com elas o melhor que posso.

Fonte: EscolaPública.pt

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here