Home Notícias E assim se destrói uma relação que devia ser baseada na confiança…

E assim se destrói uma relação que devia ser baseada na confiança…

1877
1

Há 16 anos que sou professor e há 16 anos que vejo sistemáticas mudanças de procedimentos, concursos, reformas, onde até a porcaria dos logótipos estão sempre mudar. Deve haver um piso no Ministério da Educação que deve ter como principal função complicar, reformular, legislar, baralhar, atrapalhar… É fabulosa a criatividade desse piso e seguramente merece destaque pela influência (negativa) que tem na vida de milhares e milhares de pessoas.

O que se passa com as AEC, é apenas mais um caso de alterações em cima do joelho sem que os professores fossem respeitados/ouvidos. Não se compreende que trabalho com alunos não seja considerado como tempo de serviço. Durante anos aproveitaram-se das AEC para “compensar” o que não era dado em horário letivo e agora, sem mais nem menos, mudam as regras, lixando a vida a milhares de professores.

Os professores naturalmente que estão furiosos, sentem-se traídos e acima de tudo sentem-se usados. E esta é a questão central, não há respeito pelo profissional professor, este é usado e abusado pelo Ministério da Educação/Autarquias, como bem lhe apetece, sem quererem saber dos prejuízos profissionais, pessoais e familiares que uma simples mudança acarreta.

Não adianta vir com discursos “fofinhos” quando de seguida nos espetam uma faca nas costas. Já aconteceu com o passado concurso de professores e repete-se agora com as AEC.

E assim se destrói uma relação que devia ser baseada na confiança…

O desprezo pelos professores das AEC

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here