Home Rubricas Do Que Se Fala – Não vi O Debate. E parece que...

Do Que Se Fala – Não vi O Debate. E parece que nada perdi.

75
0

bla bla blaAo que parece mais de 3 milhões de Pessoas viram “o debate” transmitido pelos 3 canais de generalistas de televisão e mais uns por cabo. Não vi, voluntariamente.

Um, dos dois presentes no Debate, continuará PM, ou o outro será PM. Tendo lido comentários de dia seguinte sobre quem esteve melhor, por unanimidade, terá sido o que hoje, não é PM.

E ao não ter visto, parece, nada ter  perdi do, nada, antes ter aproveitado para ver uma série americana , onde  ganham sempre os bons, os polícias , num dos canais por Cabo. Daquelas que nem nos fazem pensar, correm, e acabam.

 E por certo, O Debate, tão esperado por tantos também não fez pensar, não melhorou o estado da Politicas e dos Políticos no nosso Pais, dado que ainda não se conheceu uma única ideia de algum dos dois presentes, que possa ter indicado como vai ser feita a Reforma do Estado, que está por fazer, como de facto se vai fazer crescer a Economia do nosso País. Como vai ser praticável manter dentro dos “possíveis, a Educação, a Segurança Social, a Saúde, o chamado Estado Social.

Como vai ser possível pensar-se numa Justiça que de facto funcione.

Bem, por certo todos os que viram O Debate, ficaram mais elucidados do que quem não viu, como é o caso de quem “isto” escreve. Mas não tendo visto, não me parece não ter perdido, muito.

E esperemos que o Pais possa ficar melhor a partir de 4 de Outubro, mas com pena, será de duvidar. Continuamos a saber que se fala demasiado de pessoas e muito pouco de sucessos, e de como fazer melhor. Perde-se o que seria de esperar, motivo para no ver O Debate – demasiado tempo a “atirar culpas” de um lado para o outro, e por certo muito pouco além disso.

E, se este Governo que cessa funções, foi mau, não fez obra e tem que se gabar do que fez para o próprio ego alimentar e tentarem continuar, o próximo se não for com este PM, não parece que possa mudar para melhor, o que quer que seja.

A pessoa em si, não será a menos indicada, e por certo é bem melhor que a que antes estava no seu actual lugar, mas “meteu” num saco tudo o que teve que “abarcar” para ter apoios no seu próprio Partido. E tantos a magicarem como chegarão ao Poder, não é bom, não é pelo que de bom possam fazer, mas pelo Poder que possam, ter.

E assim, vamos continuar a navegar à vista sem ideias e sem ideais – isto, os actuais nem sabem o que é – por mais uns anos. E no pântano como se encontra a Europa talvez fizesse a diferença sermos, melhores. E talvez fosse curioso saber-se o que se vai fazer com tanto Mar aqui à nossa frente, que não só nele falar, de quando em vez. E não só nele imaginar, mas aproveitar tanto que nos pode dar.

Quanto aos partidos/movimentos que não estiverem presentes no Debate, continuam a lutar das maneiras usuais, ou mais “despidas”, para não perderem um tempo de presença própria e pessoal, mas sem ideias, sem propostas “ concretizáveis neste País” que possam fazer alguma diferença.

Ganhe que ganhar – que não vai ganhar bem –  perca quem perder – que vai sempre afirmar que ganhou – , esperemos  com imensa dúvidas que possam fazer só “um bocadinho” melhor. E deixem de facto o que é dos Tribunais para os tribunais e não nos “tomem” por lorpas fazendo exactamete o inverso. E o Pais e a População, estamos em primeiro lugar dado que sem nós vocês não existiriam. Conviria nisto pensar.

Augusto Küttner de Magalhães

Imagem retirada de: bruno-maciel.blogspot.com

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here