Home Rubricas A dinâmica e a disciplina no 1º ciclo.

A dinâmica e a disciplina no 1º ciclo.

1218
1

1º cicloUma sala de aula em geral funciona cinco horas letivas por dia com a mesma turma, o mesmo professor e duas horas de AEC facultativa, com outros professores, com exceção do 3º ano que este ano tem 2 horas letivas de Inglês, lecionado pelo grupo 120.

O controle da turma é necessário e vital para permitir aos alunos uma aprendizagem efetiva.

O autoritarismo em excesso provoca alunos muito mecanizados, pouco ativos e pouco criativos. Nos primeiros anos de escolaridade, em geral, os alunos ainda apresentam alguma timidez e necessidade afetiva de ser aceites, na turma e na escola.

A marca do professor do 1º ano é a mais importante, porque molda a turma e especialmente, a do mundo da leitura e da escrita, que tem um fascínio parecido à aprendizagem da fala.

A maior parte dos problemas disciplinares resulta do excesso de tempo que os alunos estão na escola e são sobretudo, após as 16 horas.

No dia seguinte, o titular de turma tem muitas vezes na secretária relatos de atos de indisciplina, registos de ocorrências, que também podem resultar de problemas entre alunos de turmas diferentes. Os problemas são resolvidos pelos professores titulares, em conjunto com os encarregados de educação.

A proximidade e sintonia, do professor titular com os encarregados de educação é fundamental para a tranquilidade e bom clima de trabalho na turma.

Os castigos aplicados são na maioria dos casos, a expulsão durante uns minutos à porta da sala, ficar na sala nos intervalos, proibição de atividades lúdicas em casa, ou desempenhar tarefas que não sejam do seu agrado.

As características psicológicas dos professores titulares refletem-se nos alunos. Um professor muito tranquilo tende a criar um ambiente calmo e descontraído, enquanto um professor muito ativo, transmite aos alunos esse atributo e por vezes a turma é mais turbulenta.

Precisamos pois, do professor/ator, para encontrar o equilíbrio adequado à atividade e disciplina a lecionar em função também, das características dos alunos da turma.

Um professor do 1º ciclo, deve portanto ser um improvisador. Por vezes uma aula de português, transforma-se noutra de formação cívica, ou vice-versa. Sobretudo, nos primeiros anos de escolaridade, 90 minutos da mesma disciplina, torna-se cansativo e os alunos precisam de novos estímulos, para manter a concentração.

Com tantas horas na escola, os alunos geram conflitos entre eles, com os professores e assistentes.

O professor titular, não tem de ser sempre o mediador de conflitos, atribuindo aos alunos mais responsáveis e lideres a tarefa de resolver numa primeira fase e tomar nota dos mesmos. Assim, os alunos veem sempre o professor titular, como o último recurso e juiz dos problemas na turma.

Na minha opinião, um excesso de intervenção causa saturação na relação aluno/professor, pelo que a delegação de tarefas é muito usada no 1ºciclo, com reconhecido sucesso.

Em toda a minha longa carreira apenas instruí um processo  disciplinar (são raros) de um aluno, no 1º ciclo cujo desfecho foi a mudança de escola. Nos dez anos que trabalhei na Educação Especial instruí muitos, no 2º e 3º ciclos.

Duilio Coelho

Imagem

1 COMMENT

  1. Muitas das afirmações estampadas neste artigo e que eu subscrevo deve levar a pensar da utilidade ou não do fim da monodocência. Com o fim da mesma muitos dos afetos que partilhamos todos os dias com os nossos alunos, nas salas do 1º ciclo quer nas pequeninas escolas das aldeias mais recônditas (que os senhores ministros e principalmente os autarcas resolveram matar com o fim das escolas), até aos enormes centros escolares, geradores só por si de conflitos.
    A indisciplina no 1º ciclo é normalmente resolvido pelos professores titulares com uma boa conversa (raspanete) e usando sempre a regra do bom senso.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here