Home Notícias Devemos confiar na avaliação dos professores que permitam dispensar uma avaliação externa?

Devemos confiar na avaliação dos professores que permitam dispensar uma avaliação externa?

1177
5

“Então como é que eu os vou preparar para os exames?”

Ouvi esta frase no início do ano, nada de novo, pois é dita ano após ano, mês após mês. Quem é professor do Ensino Secundário vive com um fantasma atrás da porta, os ditos exames.

Defendo há muita uma mudança significativa do sistema de ingresso no Ensino Superior, pois todo o percurso educativo está centrado na diferenciação pedagógica e avaliação individualizada. Se querem efetivamente seguir esse rumo, que o assumam de uma vez!

Além disso, o Ensino não superior deve centrar-se em si mesmo e não estar tão preocupado ou obcecado (como é o caso), com o que vem depois. As faculdades que escolham os seus alunos e que tratem dessa parte, escolham os ditos com os seus critérios, até porque julgo ser muito mais importante escolher a pessoa do que a sua média de ensino…

Quanto à certificação que muitos defendem que os exames trazem e é verdade que o trazem, fiscalizem mais e melhor se não confiam no trabalho dos professores, pois é isso que estamos a falar, os exames são um certificador indireto do trabalho docente.

Vamos assumir de uma vez por todas o que está implícito, os professores são suficientemente competentes na sua avaliação, para que se possa dispensar um sistema de avaliação externo?

Fica a notícia.


Fonte: Público

5 COMMENTS

  1. Verdade, numa “escola”, que se diz/pretende inclusiva, não faz qualquer sentido a existência de, provas, exames, iguais e padronizados, pois cada aluno é único e aprende de formas diferenciadas. Logo forma de ensino e recolha de aquisição de conhecimentos também deverá ser diversificada, e não se centrar nos exames, que na minha opinião, não fazem nenhum ssentido.

  2. Na verdade, isto é só publicidade neste blog. E às vezes é da danada, com sardos a entrar e a sair. Aparece muito uma jovem de quatro a ser sardada por um jovem que lhe dá com vontade.
    Todavia, quando não quero ver sardos a entrar e a sair, mudo para um browser internet da samsung, nos galaxy, que faz desaparecer esses danados sardos publicitários

    • Peço desculpa. Efetivamente está a surgir publicidade indevida. Já falei com a empresa para resolver a situação.

  3. O meu amigo não se preocupe. Os sardos a entrar e a sair a mim não me incomodam nada. Há bem pior na vida.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here