Home Notícias Curtas…

Curtas…

141
3

Hoje são várias as notícias sobre educação, como tal os comentários serão de rajada que o cansaço já pesa…

«Nunca houve tantos funcionários não docentes nas escolas» – ministro da Educação

(Diário Digital)

Com formação específica, no quadro e com vencimentos dignos?

Jardim-de-infância de Valongo em risco de não abrir em Janeiro por falta de auxiliares

(Público)

Ó senhor Ministro, logo para azar tinha que ter saído esta notícia hoje…

Governo quer atrair para o ensino superior mais estudantes da via profissional

(Diário Digital)

Então a ideia dos cursos profissionais não é a integração no mercado de trabalho depois do ensino obrigatório?

Escola fechada a cadeado contra falta de professor

(Correio da Manhã)

7 professores colocados e ninguém lá ficou. Será a duração do horário/número de horas letivas? Será a escola? Será o horário? Serão os alunos? Ou é apenas esquisitice de quem concorre e depois muda de ideias?

Provedor de Justiça pede ao Ministério regularidade nas juntas médicas

(Notícias ao Minuto)

Pessoas que querem voltar a trabalhar mas não podem pois (des)esperam pela aprovação da junta médica. E depois acontecem casos como professores com cancro, debilitados ou professores que não estão bons da cabeça e que os dão como aptos. Quem fiscaliza as juntas médicas?

Um terço dos jovens diz ter mais qualificações do que o necessário para o trabalho que ocupa

(Público)

Penso logo em professores em caixas de supermercado, com o devido respeito, pois até já fui um…

INE: número de jovens que não estudam nem trabalham diminui no 2º trimestre

(Diário Digital)

Os “nem nem” começam a diminuir, que assim continue.

Alunos de Alter do Chão criam projecto para aprender e ensinar línguas

(Público)

No país profundo existem também bons exemplos. Parabéns!

3 COMMENTS

  1. “Professores que não estão bons da cabeça e que os dão como aptos”. Que modos são estes de se referir aos professores?

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here