Home Notícias Crianças Com Mais De 6 Anos E Educadores Vão Ter De Usar...

Crianças Com Mais De 6 Anos E Educadores Vão Ter De Usar Máscara

4629
2

Provavelmente este assunto precisa de mais alguma reflexão…

Como irá reagir uma criança de 3 anos perante uma educadora com máscara?

Como irão reagir os pais dessas crianças? Vão autorizar a sua presença, sabendo que muitas delas convivem com grupos de risco como os seus avós?

E quanto ao 1º ciclo, nem em sonhos vão ter alunos certinhos sempre com máscara.

Fica a notícia.


A ministra da Saúde, Marta Temido, iniciou a conferência de imprensa deste sábado, revelando que o número de casos confirmados do novo coronavírus baixou, uma vez que houve duplicação de casos e, por isso, os dados dos boletins de dias anterior estão errados. Segundo a ministra, alguns dos boletins a partir de 25 de abril serão corrigidos durante esta tarde.

A governante explicou que os dados do SINAVE (Sistema Nacional de Vigilância Epidemiológica ) assenta em duas aplicações que “não integram automaticamente” dados. São estas a aplicação que serve os laboratórios e a aplicação que serve os clínicos (SINAVE Lab e SINAVE Med, respetivamente). Ciente desta “fragilidade”, o Ministério da Saúde realiza uma rotina semanal que envolve a validação dos dados carregados nessa semana e, esta sexta-feira, durante essa rotina, “verificou-se que um conjunto de casos na região Norte” que eram casos confirmados que estavam duplicados. Assim, Portugal tem 25.190 casos confirmados de covid-19.

Esse sábado assinalam-se 60 dias desde que foi registado o primeiro caso de contágio pelo novo coronavírus em Portugal e o doente mais novo com covid-19 no país tinha apenas alguns meses e o mais velho 111 anos.

Desde o início da pandemia, houve 20 grávidas infetadas e apenas um décimo dos doentes internados necessitou de suporte ventilatório.

Questionada sobre as comemorações do 1.º de Maio, Marta Temido considerou que Portugal foi um bom exemplo nas medidas adotadas e que, ao contrário de outros países, as celebrações decorreram de forma organizada e pacífica.

Na mesma conferência de imprensa, Graça Freitas, diretora-geral da Saúde, revelou que os refugiados realojados na Ota vão ser novamente testados nos próximos dias. Caso se verifique que estão recuperados, poderão regressar à comunidade. De momento, todos se encontram sob proteção do ministério da Administração Interna e são acompanhados regularmente pelo SEF.

Sobre a reabertura de creches e das escolhas para os alunos de 11.º e 12.º anos, a responsável da Direção Geral da Saúe (DGS) explica que, embora sejam grupos etários diferentes, as especificações gerais terão vários pontos em comum.

Nas creches, vai existir um plano de testagem para os educadores e “serão utilizados meios de proteção individual” para todos os adultos e para crianças acima dos seis anos. Haverá também um reforço da limpeza de equipamentos e superfícies para prevenir a contaminação.

Segundo a ministra da Saúde a linha do SNS24 dedicada a prestar apoio psicológico já recebeu 6761 contactos e há no SNS mais 531 ventiladores, incluindo 76 aquisições, 180 doações e 156 empréstimos. Esperam-se mais 48 ventiladores.

Fonte: Sol

2 COMMENTS

  1. E, a partir do dia Mundial da Criança, lá estarei no campo de batalha… Correndo o risco de trazer o Covid19 (pois as crianças são, potencialmente, transmissoras assintomáticas) para casa e contaminar a minha mãe de 91 anos, ficando ambas contaminadas… Isto tudo, a 4 anos da aposentação. Assim, matando-se 2 coelhos de uma só vez, o Estado vai poupando o seu OE…. 😭🤯😷
    E vai acontecer com as creches e jardins de infância o mesmo que aconteceu com os lares: metade do pessoal contaminado e doente e sem haver pessoal para “tomar conta” das crianças… Até porque o número de educadores e assistentes com um nível etário superior aos 60 anos na rede pública é elevado…Um barril de pólvora, uma bomba relógio, um caos que se adivinha no horizonte… 😱🤯🤬 https://www.facebook.com/myrna.montenegro

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here