Home Notícias Covid nas Escolas | Palmela, Amadora, Arcos de Valdevez e Guarda

Covid nas Escolas | Palmela, Amadora, Arcos de Valdevez e Guarda

704
0

Escola Secundária de Palmela passa turmas do 11.º e 12.º para Ensino a Distância

No dia 11 de setembro um assistente operacional da nossa Escola levantou-se de manhã com sintomas febris e, por prevenção, não veio trabalhar. Seguindo o protocolo estabelecido contactou a linha SNS24 que lhe indicou um local para realizar o teste à CoVid-19 e ficou em casa em isolamento profilático. Não regressou à Escola desde então e conheceu o resultado (positivo) apenas neste fim de semana.
Seguindo indicações do Delegado de Saúde, os 5 assistentes operacionais que estiveram em contacto mais próximo com o caso positivo na última semana em que esteve ao serviço foram mandados para casa em isolamento profilático, estão assintomáticos e aguardam a realização do teste à CoVid-19.
A Escola tem vários assistentes operacionais de atestado médico e ainda sem substituição, e hoje, terça-feira, alguns não se apresentaram ao serviço devido ao plenário dos autocarros TST.
Hoje a Escola esteve a funcionar com menos 9 assistentes operacionais sendo que os restantes asseguraram o funcionamento dos corredores desde as 8:00 até às 16:00. A partir dessa hora não tínhamos assistentes operacionais disponíveis para assegurar a higienização dos espaços nem a segurança dos corredores pelo que tivemos que tomar a decisão de terminar as atividades letivas pelas 15:40.
Com menos 9 assistentes operacionais não conseguimos manter todos os corredores de salas de aula, espaços e os diversos serviços a funcionar em segurança desde as 8:00 até às 18:35.
Foi hoje tomada a decisão de encerrar todas as salas do “bloco antigo” (salas “100” e “200”) durante os próximos dias até que possamos ter a substituição de alguns assistentes e os que se encontram em isolamento profilático tenham o resultado dos testes, esperamos, negativos, regressando ao serviço.
Como as 48 turmas da Escola não cabem nas salas de aula dos corredores que conseguimos manter em funcionamento foi necessário selecionar algumas turmas para transitarem para regime não presencial (a distância). Escolhemos as turmas de anos de alunos com mais autonomia e que já têm alguma experiência neste regime de ensino, um ano do turno da tarde (11.º) e um ano do turno da manhã (12.º).
Quando tivermos um número de assistentes suficientes para voltar a abrir o bloco agora encerrado, estas turmas voltarão ao regime presencial, o que poderá acontecer já na próxima segunda-feira.
Continuaremos a trabalhar para que todos os elementos da nossa comunidade educativa se sintam em segurança na nossa Escola e para isso continuamos empenhados em cumprir todos os protocolos previstos no plano de contingência e plano de procedimentos, sempre em comunicação estreita com as autoridades locais de saúde.
Isabel Ramada – Diretora da Escola Secundária de Palmela

Fonte: Facebook


Lei da rolha | Covid19 em escola da Amadora

Quatro turmas, cerca de 100 alunos, da EB1/JI Sacadura Cabral do Agrupamento de Escolas Fernando Namora, estão em casa depois de um aluno do quarto ano ter testado positivo.

Assim, não noticiando estes casos parece que tudo vai bem nas escolas que estão super preparadas, dizem!

Fonte: Vozprof


Funcionária infetada com covid-19 deixa cerca de 80 crianças de creche de Arcos de Valdevez em quarentena

Cerca de 80 crianças da creche e do ATL Vila Gerações, da Santa Casa da Misericórdia de Arcos de Valdevez estão a cumprir um período de quarentena, depois de uma funcionária do ATL ter testado positivo à covid-19. Em declarações à Lusa, o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Arcos de Valdevez, Francisco Araújo, afirma que esta é uma medida “preventiva” indicada pela delegação de saúde.

Das oitenta crianças, apenas 45 crianças frequentam o ATL, no entanto, por precaução, esta medida visou também as crianças que frequentam apenas a creche. Todas as crianças se encontram bem e sem sintomas, de acordo com o provedor. Também a funcionária que se encontra infetada está em casa. As restantes nove funcionárias da instituição vão ser submetidas a testes de despiste à doença.

É esperado que ambas as estruturas voltem a reabrir no dia 30 de setembro.

Fonte: SOL


Atualização

Delegado de Saúde da Guarda defende continuidade das actividades normais da Secundária Afonso de Albuquerque

Um aluno da Escola Secundária Afonso de Albuquerque, na Guarda, está infectado com Covid-19. O delegado de Saúde da ULS Guarda, José Valbom, confirmou o caso e adiantou que o jovem está em casa, sendo considerado assintomático. Depois de detectado o caso, foi feito um inquérito à família e o jovem sinalizou diversos colegas com quem esteve mais próximo nos últimos dias. Esses jovens já fizeram testes e estão a aguardar os resultados. Se algum deles estiver positivo será aberto «um segundo anel» de observação. José Valbom defende que a comunidade educativa deve continuar com as actividades normais, sem esquecer as regras básicas, entre as quais, o uso de máscara e o distanciamento social, bem como o contacto mínimo entre professores alunos.

Fonte: Terras da Beira

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here