Home Notícias Contrato coletivo para 40 mil trabalhadores do setor privado de educação

Contrato coletivo para 40 mil trabalhadores do setor privado de educação

1560
1

Uma boa notícia para o setor privado de educação. Todos já devemos ter ouvido falar de casos de precariedade, onde professores que trabalham nos colégios privados são mal pagos e “despachados” sem qualquer pudor. Os professores do ensino público queixam-se e com razão, mas não se julgue que no privado as coisas são melhores.

Está de parabéns a Confederação Nacional da Educação e Formação (CNEF) e a Federação Nacional de Educação (FNE), por terem chegado a um entendimento.

Cerca de 600 empregadores e mais de 40 mil trabalhadores do setor privado de educação vão ser abrangidos por um contrato coletivo de trabalho, que será celebrado esta sexta-feira por patrões e sindicatos da Federação Nacional de Educação (FNE).

Depois de mais um ano de negociações, o acordo, que entra em vigor a partir de 1 de setembro, abrange um universo muito significativo de estabelecimentos do ensino básico e secundário do setor particular, cooperativo e profissionais, assim como de trabalhadores.

Em comunicado, a CNEF sublinha ainda que este CCT acaba definitivamente com o trabalho precário e garante a todos os trabalhadores destes estabelecimentos de ensino condições de trabalho mais dignas, ao consagrar o seu direito a vencimentos e carreira, bem como a regras mais claras sobre a organização do trabalho. Também a FNE entende que este acordo protagoniza um “momento histórico e inovador” na área da Educação, ao cobrir “uma zona em branco pela ausência de contratação coletiva, que são as escolas profissionais privadas”.

Contrato coletivo vai abranger mais de 40 mil trabalhadores do setor privado de educação

(Observador)

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here