Início Notícias Conselho das Escolas dividido sobre a Flexibilização Curricular

Conselho das Escolas dividido sobre a Flexibilização Curricular

1407
0

15 votos a favor 12 contra, foi assim que foi aprovado o parecer do Conselho das Escolas realizado a 10 de maio. Em resumo, tivemos de um lado diretores pró-flexibilização e que já aderiram ao projeto, enquanto que do outro, diretores que têm dúvidas ou estão contra a flexibilização. Curiosamente uma extensão do que se passa em muitas salas de professores…

Julgo por isso pertinente a opção do Ministério da Educação, em não obrigar as escolas a implementar a flexibilização curricular, é preciso tempo e cada escola deve analisar as vantagens/desvantagens e decidir em conformidade.

As novas matrizes curriculares apontam um caminho de um maior equilíbrio entre as diferentes áreas, contrário ao que aconteceu no tempo de Nuno Crato. Evidentemente que gostaria de ver uma carga letiva mais reduzida, mas isso iria criar uma guerra entre professores, no qual cada um iria defender a sua “galinha”. Se queremos seguir esse caminho, TODOS têm de estar preparados para abdicar…

Fica o parecer do Conselho das Escolas que tendo em conta a fratura evidente, deve ser lido sem ignorar as declarações de voto de quem votou contra e que estranhamente o jornal Público ignorou.

Conselho das Escolas “chumba” novos currículos do básico e secundário

(Clara Viana – Público)

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here