Home Notícias Confinamento terá horizonte de um mês. “Nada justifica fechar as escolas até...

Confinamento terá horizonte de um mês. “Nada justifica fechar as escolas até aos 12 anos”

4015
0

Costa assinala consenso para a adopção de medidas no horizonte de um mês

A reunião no Infarmed, que nesta terça-feira de manhã juntou políticos (alguns à distância), peritos e parceiros sociais, prolongou-se durante mais de duas horas depois das apresentações dos epidemiologistas que apontaram para que nas próximas semanas, mesmo com confinamento, Portugal ultrapasse os 14 mil casos e as 150 mortes.

No final do encontro, António Costa falou aos jornalistas e assinalou o consenso de, perante os números verificados e a tendência, ser essencial a adopção de medidas no horizonte de um mês com um perfil idêntico ao de Março e Abril. A entrar em vigor já na quinta-feira.

“O grande tema de divergência tem que ver com o funcionamento das escolas. Está fora de causa interromper actividades de avaliação no ensino superior”, disse o primeiro-ministro, revelando que a dúvida está apenas nas faixas intermédias e não nos alunos mais pequenos, e admitindo que as crianças até aos 12 anos deverão manter as aulas presenciais.

O primeiro-ministro disse que o estado de emergência será decretado à quinzena, admitindo mais ou menos restrições consoante a evolução dos números. Caberá ao Presidente da República, depois de ouvir os partidos, o que acontece nesta tarde por telefone, declarar o novo estado de emergência. “Nós procurámos sempre tomar as medidas tendo em conta a realidade”, disse, sublinhando que as novas medidas deverão ser adoptadas o mais rapidamente possível, “salvaguardando a necessidade de não apanhar ninguém desprevenido”.

Fonte: Público

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here