Home Rubricas Comentário da Semana | Quem vai de férias?

Comentário da Semana | Quem vai de férias?

508
0

DGEstE não quer que os professores vão de férias

Isto é fantástico… a forma grosseira como o ME encara o que é um conselho de turma e as consequências do entendimento que fazem do referido órgão, explica muita da demência demonstrada na educação dos nossos filhos e alunos… tudo explicado.” Patrícia Cataludo

Alguém que avise os srs. do ME que Portugal ainda não é uma república das bananas (ou será que é?)” Henrique Ribeiro

O Ensino Secundário é alérgico à Flexibilização Curricular?

Em coerência não se devia começar em 1° lugar por se reestruturar os diferentes programas curriculares? É que sem se proceder a uma clara mexida nos programas curriculares e tendo em conta as respectivas cargas horárias (que em alguns casos se traduzem em perda de tempos) a implementação dessa tal flexibilidade traduz-se somente em algo sem real significado em que a “boa vontade” dos Profs. não chega para colmatar os buracos que vão surgir. Por outro lado, e apesar de existir uma comissão que está a estudar as implicações que a medida terá ao nível das Provas de Exame Nacionais com a sua reformulação, parece-me que o timing surge com grande desajustamento. A isto acresce as diferentes formas da implementação dessa Flexibilidade a nível das escolas do país, se não existir coerência entre as diversas formas implementadas o risco do fracasso torna-se em pleno fracasso, e mais uma vez serão os Profs a suportarem o ónus da culpa. Tem de ser a tutela a definir as “regras” do jogo e não sacrificar, como é usual os Profs. a descobrir fórmulas mágicas para implementar medidas propostas por quem não faz todo o trabalho. Entenda-se que isto é só uma mera opinião criada a partir do nada que sei.”         Jose Antonio

Despacho do OAL não repõe legalidade nos horários de trabalho

Será que a Fenprof está a brincar com os professores?? Está com um atraso de 3 anos, para falar só no curto prazo! O atentado à definição de CL e CNL, e não só(!!), dura há vários anos e nada se tem passado! A gestão, os horários, as carreiras, a falta de condições de trabalho, a difamação e,e,e….
Tanto que nos foram atirando para as costas, ao longo de anos, com os sindicatos a ver e nós a aguentar… Haja decoro, senhores!” Graça Bastos

Greve de professores prossegue em julho e agosto no Agrupamento de escolas em Caminha

Grandes profissionais. Unidos. Estão a dar uma lição ao rebanho de ovelhas mansas.” Graça Costa

 

Comentários retirados da página do Facebook do ComRegras

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here