Home Sociedade Bullying – Vídeo Chocante

Bullying – Vídeo Chocante

196
0

BullyingPor acaso esta situação foi filmada e por acaso foi publicada, por acaso… Muitos casos ficam esquecidos, mas não na cabeça das vítimas. O jovem que hoje está a ver estas imagens está a sentir novamente toda a humilhação que sentiu naquele dia.

É degradante ver estas imagens. Algo de muito errado se passa nas cabeças daqueles jovens… Que sejam tomadas as devidas providências.

O ComRegras quer manifestar toda a sua solidariedade para com a vítima e disponibilizar os seus serviços para com o jovem e família.

Para saberem mais sobre o bullying e como lidar com ele carreguem aqui.

Notícia Correio da Manhã.

VÍDEO CHOCANTE DE AGRESSÃO A JOVENS POR COLEGAS

Um vídeo que está a circular nas redes sociais mostra a agressão brutal a um jovem por parte de duas adolescentes. As imagens gravadas na Figueira da Foz começaram a ser partilhadas esta terça-feira nas redes sociais e estão a gerar grande indignação. No vídeo, duas adolescentes participam numa situação de bullying, ofendendo e esmurrando, à vez, um jovem perante a passividade dos restantes. A dada altura, um rapaz agarra na vítima para permitir mais agressões. O agredido, que até àquele momento não tinha reagido, tenta defender-se. Contactada pelo CM, a PSP não confirmou a existência, até ao momento, de qualquer queixa relacionada com esta situação. Vídeo chocante de agressão a jovem por colegas Proteção de Crianças e Jovens da Figueira da Foz averigua agressões A presidente da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) da Figueira da Foz disse esta quarta-feira que esta entidade vai averiguar os acontecimentos divulgados num vídeo na terça-feira no Facebook que mostra agressões a um jovem. “A CPCJ não tinha conhecimento desta situação e só a conheceu depois de divulgado o vídeo. Vamos averiguar o que aconteceu. Recebemos depois da divulgação do vídeo várias participações, mas faríamos uma averiguação mesmo que isso não tivesse acontecido”, disse à agência Lusa a presidente da CPCJ da Figueira da Foz, Sandra Lopes. Mais de meio milhão de visualizações Cerca de 14 horas após ser publicado, na manhã desta quarta-feira o vídeo contava com mais de meio milhão de visualizações e quase 30 mil partilhas, suscitando centenas de insultos e comentários de repúdio. Vários internautas reclamam a intervenção das autoridades judiciais, PSP e Comissão de Proteção de Crianças e Jovens. Apesar de ter sido agora divulgado, o vídeo terá sido filmado há cerca de um ano, não numa escola mas na via pública, junto a um complexo residencial do chamado Bairro Novo, zona turística da cidade. Onda de solidariedade A vítima tem, desde a noite de terça-feira, uma comunidade de apoio no Facebook com mais de dois mil seguidores. A página tem o nome de ‘Todos pelo Jorge Oliveira’. Os envolvidos nas agressões, alunos de vários estabelecimentos de ensino da Figueira da Foz, distrito de Coimbra, foram, na sequência da divulgação do vídeo, quase de imediato identificados no Facebook e alvo de insultos. Parte deles apagou as suas páginas nesta rede social. Imagem que aparece quando se tenta aceder ao Facebook dos adolescentes envolvidos nas agressões Diálogos entre vítima e agressores A agressora começa por dizer: “Isto é força, isto é força? Queres ver com mais força?” e dá um murro e mais seis estalos ao rapaz enquanto as amigas riem. Ouve-se a voz de outro rapaz que ordena: “Dá-lhe mais”. A agressora responde: “Já dei”. Mas o rapaz insiste: “Mas dá-lhe mais”. A segunda rapariga regressa e aplica uma sucessão de sete estaladas à vítima, com a mão esquerda. “A mim não me apetece estar à chapada, apetece-me estar à porrada, sabes porquê? Porque tu meteste-me nojo”, afirma. O rapaz questiona o porquê das agressões, alega que não fez nada e quem responde é o rapaz que se mantém quase sempre fora do plano da imagem: “Metes-te com ela, metes-te comigo”, diz. Depois, a vítma leva dois murros no peito e esboça, pela primeira vez, uma reação de defesa. A rapariga ordena: “Tira a mão daí”, dá-lhe uma joelhada nos genitais e pede ao rapaz que até então se tinha mantido fora da imagem para lhe agarrar as mãos. Imobilizado pelo outro jovem, a vítima é novamente agredida pela rapariga com um murro e um estalo e responde: “Estejam quietos”. Já no final do vídeo, o jovem recebe um copo de água da agressora, que, a certa altura, parece preocupar-se com o rapaz. Fala com ele, numa conversa inaudível mas, chamada pelas amigas, despede-se com um forte murro.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here