Home Rubricas Bem-Hajam Senhores Professores

Bem-Hajam Senhores Professores

10205
21

A época que mudou as nossas vidas atravessou os momentos do dia a dia como uma flecha implacável que deixa a sua marca de presença por onde passa. Um dos sistemas que teve uma reorganização estrondosa em pouquíssimo tempo foi o do ensino.

Bem-Hajam Senhores Professores, senão fossem vocês, o vosso esforço imensurável, o vosso desdobramento entre família com filhos, os filhos dos outros, jamais as nossas crianças e jovens teriam o apoio para finalizar o ano letivo. Há sempre quem critique… faz parte. A única solução para a crítica negativa é a aceitação com humildade de que se faz o melhor que se pode e sabe no momento.

Professores, têm sido incansáveis: aulas em modelo não presencial para uma assistência incontrolável (já eram na maioria antes) aos vossos olhos. Esta assistência está atrás dum ecrã, mas não se mostra… falta a coragem para assumir que “fui eu que bloqueei os meus colegas” ou que “alterei a dinâmica da aula com um vídeo”. É o que é. A vossa dúvida persiste: será que estão com atenção? Estarão mesmo ali ou estou a falar para o boneco? Será que me estão a ouvir bem? Todas estas dúvidas vos têm assolado e muitas mais com certeza.

Da minha parte e em nome individual estou aqui para vos agradecer a dedicação, o empenho, as horas em frente a um ecrã em solidão. Vocês que tanto reivindicaram (com razão) os vossos direitos, ditaram as leis da humildade na hora certa: “As crianças e jovens precisam e nós estamos aqui”.

Como é que se consegue a orientação de uma turma de forma não presencial, ou seja, que na maioria das vezes não veem (porque não se ligam câmaras). Um desafio! Se estiverem a falar para uma parede é o mesmo. Não sabem. Mas interessa saber? Interessa é que à noite quando se deitarem sintam dentro de vós a noção de missão cumprida.

Bem-Hajam Senhores Professores que se dedicaram mesmo quando não sabiam se o e-mail que recebiam era do António, da Ana, do Pedro… ou sabe-se lá de quem. Sim porque o nikname passou a uma realidade para esta geração que vocês com tanto esforço têm guiado. E mais: esta geração não sabe escrever uma carta, quanto mais um e-mail. Com certeza que não ouviram a canção “Postal dos Correios”. Se estas crianças jamais tiverem por detrás alguém que os ensine a escrever uma boa “carta” (entenda-se e-mail) no futuro irão provavelmente falhar numa candidatura de emprego. Posso perfeitamente, e sem pruridos, dar o exemplo que tenho experienciado. Quando me dizem que precisam de escrever um e-mail para o professor, respondo “OK”. Mas depois coloco-os a escrever e questiono-os: “Como queres cumprimentar o teu professor?”; “O que queres transmitir e com que palavras?”; e por fim “Como te queres despedir? Um abraço, até breve, até à próxima aula, atenciosamente, cumprimentos?”. “E já agora lembra-te de assinares, colocares a turma, o número de aluno e eventualmente a escola, assim ajudas o professor”. Se este corpo de e-mail estiver ausente, ensinem aos vossos alunos que é com esta educação que se devem dirigir a quem os ajuda, com respeito e que no futuro será uma chave para abrir muitas portas: uma boa carta de apresentação.

Bem-Hajam Senhores Professores por toda esta paciência para com os nossos filhos. Vocês jamais desejem palmas, porque essas são transmitidas num momento emotivo e que na hora seguinte poderão passar a agressão física ou verbal. Desejem apenas e somente que o vosso coração esteja tranquilo… e sei que está. Há cerca de uns dias encontrei um professor que me disse com um sorriso maravilhoso nos lábios “o seu filho foi meu aluno”. Como mãe senti um conforto enorme e pensei: “que bem entregue esteve o meu filho”. As vossas palmas são o nosso conforto de pais.

Bem-Hajam Senhores Professores porque têm estado desse lado do ecrã com dificuldades de internet (muitas vezes), quiçá de conhecimentos informáticos, com programas novos e com alunos que por vezes não respeitam o vosso esforço e dedicação.

Sabem uma coisa, os alunos que hoje fazem isso, amanhã pensarão “porque é que eu não estudei…”. Vocês deram o vosso melhor.

Bem-Hajam Senhores Professores pelo vosso coração estar em bom lugar, junto de quem vos ajuda a ajudar os nossos filhos. Gratidão!

Vera Silva

Pediatra

Investigadora na linha de investigação a Escola e o Cérebro

Universidade Católica Portuguesa

Colaboradora no ComRegras

21 COMMENTS

  1. Fico emocionada ao perceber que há quem esteja a compreender a situação por que estamos a passar.
    Obrigado pela parte que me toca.

  2. Obrigada fiquei emocionada com o que escreveu. Grata pelas palavras maravilhosas que nos dão mais animo para continuar.
    Abraço

  3. Obrigado.
    É reconfortante constatar que alguém reconhece o nosso esforço/dedicação/empenho(sou professor). Se o COVID teve alguma coisa de positivo, foi seguramente o facto de a sociedade constatar o nosso trabalho, usando os nossos recursos, perdendo muitas vezes a nossa privacidade. É altura de sermos mais respeitados/reconhecidos.
    Estivemos também na “linha da frente” ao não abandonarmos os nossos alunos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here