Home Escola Avaliação do Desempenho Docente

Avaliação do Desempenho Docente

1950
4

avaliação docentePerceber o passado para entender o presente

Neste momento, desenterrar este assunto, que está fora da agenda mediática e que foi no passado, um facto importante da história das políticas educativas, pode ser importante para perceber o momento presente.

Foi um processo que não deu em nada, não trouxe vantagem nenhuma às escolas, trouxe enorme conflitualidade. A nomeação de professores Titulares, como uma espécie de patente militar, para distinguir docentes, também contribuiu para a divisão da classe.

No 1º ciclo, com departamentos numerosos, exigiu-se a alguns coordenadores que avaliassem a grande maioria dos colegas. A tarefa de um ou dois colegas a hierarquizarem, através da avaliação de duas aulas os pares, e as notas serem atribuídas com limitação de quotas, trouxe consequências nefastas, que se refletiram negativamente na vida escolar.

Com o período de “congelamento” das progressões e de não contagem do tempo de serviço [artigo 39.º n.ºs 1 e 15 da Proposta de Lei aprovada na AR], o pedido de avaliação de aulas assistidas tornou-se quase residual.

Atualmente a avaliação, apenas é obrigatória para os docentes integrados nos, 2º e 4º escalões da carreira docente, para os que pretendam a menção de excelente, ou para os que tenham tido numa avaliação anterior insuficiente. Acresce ainda, a situação dos docentes do 2º e 4º escalão poderem usar aulas assistidas dos modelos anteriores.

O processo ficou mais desburocratizado, utilizando-se elementos simples para o avaliado, tais como, programa educativo e relatório de autoavaliação, assim como a valorização das componentes científicas e pedagógica em sala de aula.

Com a hierarquização da avaliação com referência externa, eliminaram-se conflitos de interesses entre avaliadores e avaliados. Neste momento, os avaliadores pertencem a um escalão mais avançado que os dos respetivos avaliados. As aulas observadas são efetuadas por professores do mesmo grupo disciplinar e exteriores à escola do professor avaliado.

Lembro que, um dos pontos que causava mais contestação, ou seja, “os resultados dos alunos” integrarem parte da avaliação de desempenho docente, foi abandonado, o que trouxe uma pacificação quase completa ao processo.

Duilio Coelho

4 COMMENTS

  1. Pois, com e este sistema simplificado, acabaram-se as guerras… Mas com é tudo simplificado, é tudo igual e os excelentes e muito bons vão para os amigos, porque de facto esta forma de avaliação é uma grande treta.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here