Home Escola “As reuniões não têm razão para serem presenciais” – João Costa

“As reuniões não têm razão para serem presenciais” – João Costa

5676
2

Dito hoje no Belém Talks – Regresso à escola pelo secretário de Estado da Educação João Costa as reuniões não têm razão para serem presenciais”.


Acrescento este comentário do Jorge Sottomaior Braga

Usar máscara vai passar a ser optativo … por este andar!

A DGS/DGEste/DGE diz explicitamente nas Orientações para o novo ano letivo:

n) Privilegiar a via digital para todos os procedimentos administrativos, sempre que possível;

o) Devem suspender-se eventos e reuniões com um número alargado de pessoas;

p) Privilegiar a via digital ou telefónica no contacto com os encarregados de educação. Nos casos em que seja necessário reunir presencialmente, estas reuniões deverão ser, preferencialmente, individuais ou em pequenos grupos, mantendo as medidas de higiene e distanciamento;

O comunicado do Conselho de Ministros referente à resolução 68-A-2020 diz, sumarizando:

“O Conselho de Ministros aprovou a resolução que prorroga a declaração da situação de contingência na Área Metropolitana de Lisboa e de alerta no restante território, no âmbito da pandemia da doença Covid-19, até às 23h59m do dia 14 de setembro de 2020.” (…) “a Ministra sublinhou a importância de se manter «as regras de limitação de ajuntamentos – 20 ou 10 pessoas, conforme a situação de alerta ou contingência …”

E nas escolas ainda se fazem/marcam reuniões presenciais seja com professores ou encarregados de educação com turmas inteiras?? Reuniões gerais com 200 professores ?
Mas está tudo doido?
O que é que alguns diretores vão decidir a seguir?
Que usar máscara é optativo?
Quem é que vai pagar a multa por ajuntamento ? O Diretor que marcou a reunião ou os 200 professores que foram?
Isto não é uma questão de opinião… é um normativo claro.

2 COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here