Início Rubricas Aprendizagem informal…ou “até nas latas de conserva se aprende”…

Aprendizagem informal…ou “até nas latas de conserva se aprende”…

60
0

imageA aprendizagem informal é tão importante como a aprendizagem formal, nos institutos, nas escolas, nas universidades. Estes lugares têm em comum reunirem condições para aprender e com as instituições chegam a necessidade de testes, exames, e tida uma parafernália de instrumentos de medição que se traduzem em rankings, em níveis de desempenho…num conhecimento de nível.

Apesar de professora e tudo que esteja inerente à minha condição, aos códigos de conduta,  às normas de avaliação que fervilham por toda a burocracia, defendi sempre a fruição do saber. Mais do que medido, o conhecimento deve ser um prazer…o que poucas vezes é compreendido por todos. Desde as velhas teorias da educação, às mais modernas, o saber acumulado e o que atravessa no nosso caminho deve ser aproveitado. A maioria da informação que chega aos alunos, nem sempre é na escola, pelo que aproveitar saídas de campo ou visitas de estudo e um simples telemóvel com câmara fotográfica pode representar uma mais-valia na aquisição e partilha de conhecimento, de lugares, de ícones de uma cultura. Se recolhermos as fotografias, o itinerário, conseguimos recordar e aproveitar as aprendizagens realizadas.

Os objetivos da visita, como seja numa visita ao teatro, encontramos outros elementos que podem enriquecer o conhecimento, como seja uma fábrica antiga de pastéis de Belém ou um restaurante que pertence a uma cadeia internacional, onde a decoração, os produtos e a forma de atendimento são iguais em qualquer parte do mundo. A breve hora de almoço materializou conceitos que tantas vezes são difíceis de entender: globalização, interdependência, especificidade e identidade. Como dizia a minha professora de português do secundário e com quem aprendi muito de literatura: ” até nas latas de conserva se aprende”, portanto quando nas redes sociais me questionaram o propósito da fotografia com a legenda: visita de estudo# pastéis de Belém…estava correta e além do cheiro, do sabor, conseguiram aplicar conceitos e tirar partido da aprendizagem, informal, mas com muito significado e proporcionada pela escola.

 Elisabete Fiel

Podem ler outros artigos da professora Elisabete Fiel aqui

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here