Home Rubricas Anterior Governo e alguns Sindicatos sempre contra o actual Governo. Sosseguem

Anterior Governo e alguns Sindicatos sempre contra o actual Governo. Sosseguem

56
0

Seria necessário para finalmente este nosso País tentar “entrar” num tempo de mais estabilidade, menos crispação, mais futuro, mais Economia, mais Emprego e muito melhor Justiça – para todos – o actual Governo conseguir dar provas de que vai conseguir fazer bom trabalho, a bem do País e da População.

AugustoGoverno -actual – legítimo, legal, maioritariamente com bons Ministros, com “conjecturados” apoios das Esquerdas, e com vontade de fazer a diferença positiva, relativamente ao anterior Governo, num tempo difícil e com um Pais demasiado endividado ao exterior. E convirá a todo e qualquer Partido/Movimento político, antes de berrar, lembrar-se que devemos muito dinheiro “lá fora”. É pena, mas é verdade!

Todavia, temos que ser “cá dentro” todos e cada um, ser tratados como Pessoas, com direitos e deveres. E se temos que acautelar os nossos direitos, mas – é pena – não podemos esquecer os nossos deveres.

E certos Sindicatos, para não expirarem, parece única e exclusivamente terem que aparecer arrogantes a agressivamente – sempre – tal como o Partido que os apadrinha, e que nas mais recentes eleições vem em decrescendo.

E para tal barafustam, mas tal qual como o fizeram no pós 25 de Abril quando estávamos a dar e muito bem, os primeiros passos em Democracia saindo de uma Ditadura, e não entrámos noutra, a que esses mesmos não seriam alheios – a memória e curta e todos esqueceram –  por muito empenho de várias Pessoas democratas e convirá lembrar o papel na ocasião – ultimamente muito desgastado – de Mário Soares, e não só, e não só. Lembremos em Lisboa do 18.07.1975, na Fonte Luminosa!

Serenidade, hoje, o País está primeiro e os Sindicatos, sendo necessários e importantes, têm que se reformular, já não “dá” esta forma de “lutar”, a não ser que queiram que este Governo caia, para vir um idêntico ao anterior.

Quanto aos Partidos que faziam parte do anterior, Governo, ainda estão sem saber o que fazer, e só pensam em de qualquer forma derrotar o actual a ver se para lá voltam. Esperemos que não o consigam!

Curioso observar que hoje e ainda bem, as jovens do partido mais à esquerda no nosso Parlamento, falam com calma e conteúdo, e as mesmas faixas etárias da direita mais à direita exaltam-se e falam sem conteúdo, tal qual como o que “antes “ criticavam nas outras. “Isto” de mudar de posição, de perder o “poder”, afecta todos, e todos fazem o que criticam “antes” nos outros. Falha de não se verem ao espelho, antes e agora!

Para além de que, em Bruxelas e em Berlim deveria haver por parte de todos Partidos vontade de mostrar- um bom País – o nosso, de todos nós – , e não só saberem mostrar, que se fossem “eles “ a estar no poleiro é que era bom, alegado não para si mesmos , mas para o País.

Em simultâneo, o Partido , de esquerda, não do até aqui apelidado  “arco da governação”, que mais tem perdido nas duas últimas eleições e para a sua – dele – esquerda, deve pedir aos seus Eurodeputados que se contenham. Tudo pode ser dito sem agressividade e arrogância, essencialmente quando se está a falar com os nossos credores. É pena mas é uma realidade. E não resultou com os amigos do Syriza, infelizmente hoje a Grécia continua muito mal.

Assim, Governo actual é Governo do País. Os Partidos do anterior Governo sosseguem, e deixem mostrar obra ou nem por isso. Alguns Sindicatos reinventem-se para terem outras formas de “luta”, que não só estar sempre do contra e aos berros.

E agora, que temos um bom e eleito Presidente da Republica, que em Belém vai querer muito bem ajudar o País, mas não vai poder fazê-lo em condições, como pretenderá, se não formos todos a ajudar, sem partidarites e invejas, desnecessárias e desconstrutivas.

Não se trata de unanimidade balofa, mas assumirmos em Democracia e com Civismo, o País e a População, como  o primeiro dos interesses….

Augusto Küttner de Magalhaes

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here