Home Escola Amanhã, no ComRegras, entrevista exclusiva com Santana Castilho!

Amanhã, no ComRegras, entrevista exclusiva com Santana Castilho!

91
1

Conheçam as perguntas, amanhã as respostas…

  1. Caro professor, as suas intervenções no âmbito da educação costumam ser bastante incisivas. A educação em Portugal terá “implodido”?
  2. O governo que terminou agora funções, inspirou-se no sistema “dual” alemão para criar os cursos vocacionais; a Finlândia continua a ser a referência sempre que se pensa em reformas educativas e o Chile inspirou a avaliação docente. Concorda que Portugal baseia a sua política educativa no processo da “cábula”?
  3. Este governo apostou, claramente, na vertente do ensino profissional. Estamos a tentar recuperar o tempo perdido ou esta aposta é “incentivada” pelos fundos europeus que financiam estes cursos?
  4. Quando se soube que Nuno Crato seria Ministro da Educação, a maioria dos professores manifestou concordância. Hoje, muitos professores apontam-lhe o dedo. Que balanço faz do seu mandato?
  5. Consegue identificar algo de positivo do mandato de Nuno Crato?
  6. O professor chegou a elaborar um projeto educativo para este governo. Podia indicar-nos quais as principais diferenças entre o que propunha e o que foi implementado?
  7. A B.C.E. (bolsa de contratação de escola) pretende ir ao encontro das necessidades específicas de cada escola. Contudo, os seus inconvenientes são óbvios e sucedem-se. Acha que a ideia da B.C.E. tem algum interesse ou se deve abandonar?
  8. O concurso de professores é neste momento um conjunto de diferentes concursos, com diferentes regras e com diferentes fases, algumas delas extraordinárias. A Plataforma CUT (Concurso Único para Todos) elaborou uma carta a solicitar um concurso único indo ao encontro das pretensões de muitos professores. Qual a sua opinião sobre esta matéria?
  9. Existem cada vez mais escolas a estabelecer contratos de autonomia com a tutela, no entanto existem muitas queixas sobre uma autonomia meramente superficial. Terá havido ingenuidade por parte das escolas ou estas terão sido iludidas pelo “canto da sereia”?
  10. O professor acompanha as vozes dos que acusam o projeto-piloto de delegação de competências na educação, implementado pelo M.E.C., de ser uma aproximação inequívoca à privatização do sistema educativo?
  11. As questões comportamentais são uma preocupação constante nas escolas. O governo terminou com o observatório disciplinar e com a linha S.O.S. Professor. Concorda com estas decisões?
  12. Na sua opinião, que estratégias deviam ser implementadas para diminuir a problemática da indisciplina?
  13. Brevemente teremos um novo Ministro da Educação. Que perfil é que propunha para o novo Ministro?
  14. Tem algum nome em mente?
  15. O professor lançou recentemente um livro intitulado “ Inquietem-se”. Estamos adormecidos, professor?

 

Proponho-lhe agora um desafio. Diga a frase que lhe vem à cabeça quando pensa em:

Nuno Crato

Professores

Diretores

Pais

Assistentes Operacionais

Alunos

Sindicatos de professores

Escola

1 COMMENT

  1. N Crato, o esclavagista II
    Professores – utentes residentes do lar m.e.c.
    Diretor – condutor de autocarro para abate
    Pais – subsídiodependentes
    A Operacionais – limpa-sanitas
    Alunos – mafiosos miniatura
    Sindicato dos profs – desaparecidos da grande guerra
    Escola – local de artes performativas: droga, sexo, aculturismo e as outras

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here