Home Escola Alternativa(s)

Alternativa(s)

100
3

ponto A a BEscrevo por aqui há um número bem redondinho de trinta semanas. Dou palpites, discorro sobre dúvidas minhas, crio, por entre a minha escrita, questões e interrogo-me sobre a minha profissão.

Se disser que não estou preocupado, nem interessado em quem me lê, em dar o meu contributo quantitativo a quem me convidou e a quem edita este sítio, estaria a ser falso e a faltar à verdade. Claro que me interessa quem me lê, claro que estou interessado em que sejam muitos a lerem o que escrevo e a discutirem, a opinar e a trocar ideias e opiniões.

Quando assumi esta parceria assumi a ideia de escrever por aqui em tons de artigo de opinião. É isso que tenho feito.  

No entanto, sei que a internet é um espaço fluído, de utilização mais rápida e por vezes apenas de vislumbre. Que são poucos aqueles que param para ler um artigo mais denso, mais extenso ou eventualmente mais polémico ou fora de correntes mais ou menos dominantes. De igual modo tenho consciência do número de artigos que fazem com que a passagem por um sítio destes seja algo volátil. (O sítio que sigo e utilizo como referência, do criador do blogger, é disso exemplo, vem em https://medium.com/).

Há dias pedi feedback sobre esta minha escrita e fiquei a saber o que já sabia (o Alexandre dá conta regular das consultas), que a minha escrita não faz parte da primeira metade da tabela. Luto assim por me manter em divisão superior, utilizo a metáfora futebolística.

Assim e apesar de passar por aqui apenas uma vez por semana, há algumas reconfigurações que anuncio e proponho para a minha escrita.

Desde logo ganhar alguma contenção, assumir uma maior capacidade de síntese das ideias, dúvidas e questões que por aqui coloco. Eventualmente por via disso, irei centrar-me em dois ou três temas que são, há muito, o meu objeto de estudo e trabalho, direi mais académico. São elas a disciplina escolar vista enquanto processo de regulação de comportamentos sociais, a organização do trabalho escolar e docente enquanto processos de gestão dos grupos e as dinâmicas de sala de aula que são, ao fim e ao cabo, a síntese dos anteriores.

Acrescento ainda que pelo facto de escrever semanalmente não poder (nem dever) acompanhar polémicas, ir atrás de ondas que se desvanecem com facilidade na praia. Procurarei, apesar de alguma contenção e de acentuar alguma fluidez, temas que vão além da espuma dos dias, perdurem para além do nosso quotidiano.

Vamos ver se a reconfiguração resulta em mais e maiores quantidades de leitores – e de comentários, afinal, até aqui se apela aos indicadores, como deixar de lado a escola?

Manuel Dinis P. Cabeça

17 de abril, 2016

imagem retirada daqui.

3 COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here