Início Escola Alexandra Leitão Diz Que Tem “Alguma Dificuldade Em Compreender Muita Da Contestação”

Alexandra Leitão Diz Que Tem “Alguma Dificuldade Em Compreender Muita Da Contestação”

1410
4

Não sei se o alheamento do Ministro e a capacidade que ele tem em não ver o que está à sua frente é algum tipo de vírus que contagiou a nossa secretária de Estado. Alexandra Leitão é uma mulher inteligente, já o provou, por isso o meu espanto com esta afirmação.

Dizer que não compreende a contestação dos assistentes operacionais é dizer que não há motivos para a insatisfação. Se pensarmos que este Governo está a terminar o seu mandato e não resolveu o problema crónico da falta dos assistentes operacionais, que por diversas vezes prometeu o seu reforço e eles nunca chegaram, estamos perante algo que só posso assumir como desconhecimento da realidade ou má fé.

Há limites, mas este Governo e Ministério da Educação ultrapassaram-nos com distinção, merecendo um louvor pelo taticismo implementado (reparem que o concurso para os AO e AT é lançado no dia de maior impacto da greve) e capacidade de adiar a resolução de problemas.

Este Ministério da Educação se fosse tão célere em resolver a situação dos docentes e não docentes como foi em virar do avesso a política educativa de Nuno Crato, há muito que as contestações teriam terminado.

Será que somos todos parvos ou querem fazer de nós parvos?

Concursos para contratar funcionários para escolas arrancam nesta sexta-feira

“Efectivamente vamos ter mais assistentes operacionais nas escolas”, garantiu Alexandra Leitão em declarações à Lusa, explicando que não entram nos novos concursos os do processo de regularização dos trabalhadores com contratos precários (PREVPAP) nem “a maioria dos trabalhadores contratados recentemente” porque esses contratos foram feitos pelas autarquias.

Escolas só contam com reforço de funcionários no fim do ano lectivo

COMPARTILHE

4 COMENTÁRIOS

  1. Se não percebe, há que aplicar ‘medidas universais” , adequações, RTPs e afins… Para isso é que serve a inclusão…

    • Creio que as medidas universais não chegam…como não há equipes de saúde mental nas escolas e a no serviço de saúde público é difícil encontrar apoio… vai ser necessário, pelo menos, o RTP…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here