Home Rubricas Afinal Os Milagres Existem!

Afinal Os Milagres Existem!

1879
2

Este texto do colega Carlos Rodrigues reflete o que se passa neste momento em muitas escolas, em muitos Conselhos de Turma. Entre pressões de diretores e colegas, onde fica a nossa ética profissional?

«Reuniões de Avaliação 3ºP

Ouvi dizer, mas não sei quem disse, tb não vi nada… que há por aí Conselhos de Turma, no país de Portugal, em que os alunos chegam reprovados e acabam aprovados! Transitam de ano e, segundo se constata, é desde logo uma grande alegria para os professorAs, mais do que para os próprios que, sabendo o que se esforçaram, com isso não contavam!
Pois bem, a verdade objetiva daquela/as negativa/s se transforma, noutro tipo de verdade, uma supra-verdade ultra-objetiva, da pauta retificada, da folha afixada, do milagre espontâneo e inesperado, da conquista sem suor. A quase gratuidade do sucesso, valor em que o ensino/aprendizagem se tornou, está na proporção da desvalorização dessa profissão.
Os Pobres ProfessorAs, mal tratados, mal pagos, mal estimados e roubados!, que riqueza que eles são!!!
Porque transitam os alunos “reprovados”? Parte da sua pobreza docente interior, presentear a quem nada fez para o merecer, partindo do princípio da crença (politicamente evangelizada), que o futuro (final de ciclo) venha a ser transformador, de quem não precisou de se transformar, para obter sucesso escolar.
Confesso que não me sinto ser deste “mundo”, que esta profissão só me seduz, no sentido revolucionário em que a vejo, e vejo que, quase mais ninguém assim a vê.
Só posso dizer que tudo isto é cómico, se não seria trágico: uns dons quixotescos, uns moinhos, um circo de divertir crianças, mas com os professorAs…!
Compreendo perfeitamente que não há condições, como havia antigamente, para carreiras, melhores ordenados, maior reconhecimento… Não há condições por uma razão: aqueles a quem é confiado o poder de despertar para o valor do conhecimento, esses mesmos, vendem barato a sua arte, oferecem-na e, não são agentes críticos da sua própria situação profissional.
Isto é, a globalização do (in)sucesso, que começa na qualidade do tipo de elevação, regressiva, do pensamento dos professorAs!
Sejam felizes ?

https://www.facebook.com/groups/332995407227747/permalink/578986195961999/

 

2 COMMENTS

  1. O que se passa nas escolas é escandaloso. Se os pais percebessem (ou quisessem perceber…) que a escola está apenas a entreter os seus filhos e a mentir-lhes descaradamente quando os passam sem nada saber, alimentando ignorância e preguiça à mistura… Mas, eles, todos (filhos, pais e sociedade), perceberão um dia, a bem ou a mal, e, aí…. já será tarde.

  2. Da minha parte passa tudo… Não faltava mais nada do que andar de ´´macacada” em ”macacada”, de papel em papel, a lutar contra a legislação… quero mesmo que se lixe… Faço o meu trabalho, quanto à vigarice que tornaram a avaliação em Portugal, não estou nem aí… Os Encarregados de Educação que abram os olhos… Mas depois temos aquele senhor da CONFAP, sempre ao lado do poder, a dizer que assim é que é bonito… A minha filha mais nova já está matriculada num colégio, pagam os avós… Nisto sigo o exemplo da senhora secretária da educação, que não sou idiota!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here