Início Notícias Afinal Já Não Há Concurso Para Alunos Do Profissional Entrarem No Superior

Afinal Já Não Há Concurso Para Alunos Do Profissional Entrarem No Superior

2462
2

Os alunos que terminam cursos profissionais do ensino secundário já não vão poder candidatar-se ao ensino superior através de concursos especiais no próximo ano letivo.

A medida, que o Governo anunciou em mais do que uma ocasião, vai ficar em stand-by. O presidente da Comissão Nacional de Acesso, João Guerreiro, disse ao jornal Público que “não havia tempo” para mobilizar os estudantes. A solução também não convencia várias instituições do sector.

A proposta anunciada em março pelo Governo seria introduzida no acesso ao superior para o próximo ano lecivo como um “projeto-piloto” e testada num conjunto de instituições.

A solução passava por concursos locais, algo que já é corrente no ensino superior por exemplo no acesso às licenciaturas das áreas artísticas. Cada candidato concorre diretamente à instituição na qual pretende estudar e é esta quem decide quais os critérios para a admissão dos seus alunos.

Os diplomados do profissional passavam assim a ter uma via própria de acesso ao superior. A solução acabava com o papel decisivo dos exames nacionais, que afastavam muitos destes estudantes de uma licenciatura, uma vez que tinham que fazer exames nacionais que versavam sobre matérias que não tinham abordado nas aulas.

A proposta do Governo, feita há pouco mais de dois meses, não foi recebida de forma unânime no sector. Os politécnicos aplaudiram-na mas, entre as universidades, houve críticas de responsáveis que temiam que fossem ser dadas facilidades excessivas aos alunos que terminam cursos do ensino profissional.

O recuo da tutela prende-se com o calendário da implementação desta solução. O despacho de fixação de vagas para o próximo ano será apenas publicado em meados deste mês, numa altura em que as aulas no ensino secundário já estarão terminadas e as atenções dos alunos voltadas para os exames nacionais.

Desde o início da legislatura que o Governo tenta encontrar uma solução para atrair mais estudantes do ensino profissional para os cursos do superior. Em 2017, o Ministério da Educação chegou a propor que os exames nacionais deixassem de contar para a médiafinal do ensino secundário destes alunos, bem como dos do ensino artístico especializado. A medida acabou por não avançar.

No ano seguinte, o ministro da Ciência e Ensino Superior, Manuel Heitor, apontava como solução a criação de contingente especial no concurso de acesso ao superior para os estudantes que concluem o ensino profissional. Na altura, garantiu que a medida entraria em vigor em 2019/2020.

No início deste ano, repetiu que a implementação avançaria “no próximo ano letivo”. O ministério diz  que Manuel Heitor só se deverá pronunciar sobre as regras do acesso ao superior do próximo ano, quando o despacho de fixação de vagas estiver concluído e for enviado às instituições.

Fonte: Zap

COMPARTILHE

2 COMENTÁRIOS

  1. Claro que não . Isso dá trabalhinho às universidades e politecnicos, sem dinheirinhos extra. Mais vale continuar a chular os profs do básico e secundário que trabalham de graça, não é?

  2. Sou a favor que os alunos dos cursos Técnico-profissionais tenham acesso ao Ensino Superior, mas com a condição de fazerem exames de admissão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here