Home Escola Reparem nas lágrimas de crocodilo do Ministério da Educação

Reparem nas lágrimas de crocodilo do Ministério da Educação

1544
1

Retirado da proposta de recuperação de 2 anos, 9 meses e 18 dias apresentada aos sindicatos.

2) a distribuição no tempo dos impactos orçamentais
associados, num quadro de sustentabilidade e compatibilização dos recursos disponíveis face à situação financeira do país, com início da produção dos seus efeitos nesta legislatura e prevendo o seu final no termo da próxima.

O artigo 19.º da Lei do Orçamento do Estado para 2018 reafirma ambos os pressupostos, remetendo a consideração do tempo para processo negocial com vista a definir o prazo e o modo para a sua concretização, tendo em conta a sustentabilidade e compatibilização com os recursos disponíveis.

A sustentabilidade é um fator muito relevante a considerar, na medida em que a consideração do tempo é um tema novo, cuja discussão não estava prevista, distinto do descongelamento e muito complexo.

Tanto choradinho até dá pena… Mas quando sabemos que em 8 anos foram disponibilizados 17 mil milhões de euros aos bancos e hoje ficámos a saber que vão ser injetados mais 1400 milhões de euros para o Novo Banco, percebemos que este choradinho não passa de lágrimas de crocodilo.

Será que o Ministério da Educação sabe que os professores têm formação superior e até veem notícias? Será que julgam que somos todos parvos???

Ao menos que digam a verdade – não temos dinheiro para vocês porque temos de dar a outros!

A solidariedade com a banca é tanta que faz todo o sentido esta frase retirada das redes sociais…

Fica a proposta para quem quiser perder tempo…

Loader Loading...
EAD Logo Taking too long?
Reload Reload document
| Open Open in new tab

Download [216.44 KB]

1 COMMENT

  1. Injectar nos bancos … pois dêm mais umas massas ao bisgarolho, sim o deficiente visual do paulo macedo da cgd.
    Querem um conselho? Abram conta noutro banco tipo millenium e cancelem o da caixa

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here