Home Rubricas A TAP volta a “nacional” por birra ou tem conteúdo? Mas!

A TAP volta a “nacional” por birra ou tem conteúdo? Mas!

77
0

Num tempo em que as companhias aéreas low-cost estão por todo o lado, são mais económicas e mais rápidas que a TAP, haverá que perder tanto tempo, tão-pouco a falar desta?

tap_218Quando se deu como “privatizada” na exploração por décadas, a ANA, ninguém se preocupou a sério. E é muito mais grave um “privado” ter o monopólio dos aeroportos, do que a TAP, que felizmente, tem concorrência. Não se imaginou ainda um avião aterrar na Capital do Império na Avenida da Liberdade, ou no Porto na Avenida da Boavista, parece que ambas ainda não foram privatizadas, mas são só para automóveis e peões, estes, se não forem atropelados por aqueles!

E hoje, o Porto tem e ainda bem, várias companhias low-cost que voam para toda a Europa. E vai-se bem, mais encolhido, sem nos darem de comer, mas rapidamente e bem.

Valerá reverter, pública e publicadamente  o negócio da TAP? Valerá gastar dinheiro nosso neste negócio? Quando noutras privatizações como a já referida ANA, e outras, a electricidade por exemplo, e tudo o mais que o anterior Governo nos vendeu. E era-nos muito mais importante e ficou esquecido, como se não tivesse acontecido. A Energia eléctrica? E mais, mais.

E será suficiente, por haver uma bandeira nacional nos aviões da TAP, como havia na maioria da lapela dos ministros do anterior Governo, readquirir a TAP?

Não seria mais proveitoso para o nosso País- de uma vez por todas- fazer-se “o que deve ser feito” pelo País e pela População, com menos “aparecimentos públicos e menos conversas, mas mais conteúdo”. E não só para contrariar o que de facto de mal fizeram os “anteriores”, e a correr, e então a da mesma maneira reverter tudo. E se houver troca, lá vem o mesmo filme ao contrário!

Não seria indispensável todos os políticos, estejam “em cima”, ou estejam “em baixo”, por exemplo, virem ao Porto pelo Porto, com o Porto e não só para ganhar votos a passear-se pela Rua Santa Catarina, em eleições, ou posteriormente para conseguirem apoios para que os seus Orçamentos “passem” na AR, e depois tudo esquece, por Lisboa?

E em vez “disto”, todos, todos, quando estão em pleno exercício dos seus Poderes terem em consideração o Porto, o Norte, o País como um todo, e não só Lisboa?

Lisboa, claro é importante, o a “centralidade”, onde está o Governo – todo- a AR, a PR, os Tribunais importantes! E todos das esquerdas/ esquerdas às direitas /direitas passando pelos “centros” assim actuam! Por isso as ligações de todo o tipo Porto/Lisboa estão sempre superlotadas!

E a TAP vai-nos ficar a nós Portugueses, hoje mais cara que se ficasse na mão dos privados. E compensará o País, de facto? Ou é teimosia? Apesar do erro, no timing, e não só dos anteriores!

E tanto do que foi privatizado que não deveria ter sido, e faz-nos muito mais falta, ainda mais como País endividado no público e no privado. Algo que parece não ser lembrado por alguns que berram “soberania nacional”, como se estivessem na extrema-direita, quando sem dinheiro não há soberania, por muito que nos custe, a todos. Não temos dinheiro, temos que pedir emprestado, temos que o utilizar o melhor possível de Norte a Sul do País!

O anterior Governo, esqueceu-se intencionalmente da parte Humana de todos nós, como Pessoas que somos, este, actual, deverá aí fazer o oposto mas não só desfazendo a correr o que os outros de mal fizeram, mas apostando a sério no País como um todo e nas Pessoas! E a sério!

Augusto Küttner de Magalhães

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here