Home Escola A redução de alunos ao fundo do túnel, entre outras notícias do...

A redução de alunos ao fundo do túnel, entre outras notícias do dia…

86
0

img_0299O dia de hoje foi de discussão na especialidade do Orçamento do Estado para 2017 e foi dia de escutarmos o ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, relativamente à redução de alunos por turma que deverá acontecer a partir do próximo ano lectivo. Primeiro será realizado “um estudo que apresente uma correlação entre o número de alunos por turmas e os resultados escolares”. Posteriormente, ainda não se sabe como, o ministro anunciou que para o próximo ano lectivo já haverá uma redução de alunos por turma.

Evidentemente, esperamos para ver de que forma será operacionalizada esta promessa da tutela verbalizada hoje pelo ministro da Educação. Se se concretizar, se se efectivar, penso que será aplaudida por todos os professores, pais, encarregados de educação e alunos deste país. É que uma turma grande é meio caminho andado no sentido de potenciar a indisciplina… ainda mais em salas onde os alunos estão como sardinhas em lata como é o caso de algumas salas das nossas escolas.

Outra das notícias que hoje está na página da Sapo aborda a questão da precariedade que voltou à ordem do dia com o acordo firmado entre PS, BE e PCP e que visa o combate a este flagelo e a esta indignidade cometida pelo próprio Estado Português e que se traduz em milhares e milhares de trabalhadores a exercerem as suas profissões na Função Pública sem estarem vinculados a coisa nenhuma. No caso do Ministério da Educação, e no caso dos professores, isto traduz-se num abuso de contrata despede, contrata despede que, em alguns casos, se prolonga por mais de duas décadas. Uma infâmia, portanto.

Assim, e segundo contas da Fenprof, há 21 mil docentes contratados, não incluindo os do ensino superior. E há que resolver esta indignidade e este desrespeito por uma Diretiva Comunitária, datada de 1999… ano de 1999 onde já vais!, que deveria ter sido transposta para a legislação nacional até 2001 mas que…  pois! Não foi!

Nada mais justo. Não chega já de andar a empatar e a iludir meninos de coro inventando normas-travão?

Aguardamos o que será feito pela Tutela a este respeito.

Por último, mas extremamente importante para as famílias de mais fracos recursos… não estava já mais do que na hora de ter o pagamento dos manuais regularizado junto das famílias carenciadas?

Projecto de redução de alunos por turma arranca no próximo ano letivo, promete ministro

(Sapo 24)

Fenprof quer que combate à precariedade no Estado chegue aos professores

(Sapo 24)

Governo “aberto” a resolver situação dos professores precários

(DN – Pedro Sousa Tavares)

Famílias carenciadas à espera de receber dinheiro dos livros da escola

(Sapo Lifestyle)

Ainda há famílias à espera de receber dinheiro dos manuais

(Público)
Nota – A fotografia retrata uma quase nota de rodapé saída hoje no JN.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here