Home Notícias A Organização Do Próximo Ano Letivo Não Deve Apagar Tudo O Resto

A Organização Do Próximo Ano Letivo Não Deve Apagar Tudo O Resto

303
2

É prioritário seguramente, mas existem uma série de outras questões que precisam de ser esclarecidas. Os sindicatos têm vindo a alertar para diferentes situações e hoje vai ocorrer uma manifestação para lembrar o Ministério da Educação que precisa de falar mais com os professores e menos com a comunicação social. Uma manifestação que também servirá para limpar o pó às bandeiras que há demasiado tempo estavam guardadas e que de vez em quando também precisam de arejar para justificar uma série de outras coisas…


Professores manifestam-se esta quarta-feira no Ministério da Educação

Professores concentram-se esta quarta-feira, 24 de junho, pelas 11h00, junto ao Ministério da Educação. Usarão máscara e prometem respeitar as normas do distanciamento físico.

A concentração de protesto juntará dirigentes da FENPROF e dos seus sindicatos em mais uma ação pública durante a qual vão voltar a exigir a marcação urgente de  uma reunião com o ministro Tiago Brandão Rodrigues. Na agenda levam oito prioridades, tal como O Jornal Económico adiantou no passado dia 16. A saber:

A primeira visa o início de negociações com vista à aprovação do despacho sobre Organização do Ano Letivo 2020/2021. O segundo ponto respeita à anulação das questões relacionadas com a avaliação dos docentes e do seu desempenho, durante estes meses de pandemia. E o terceiro aponta a “negociação de norma, a integrar no código de IRS, que permita deduzir despesas feitas pelos docentes, em 2020″ em computadores e outros equipamentos de comunicação para assegurarem as aulas em regime de teletrabalho”.

A estrutura liderada por Mário Nogueira quer ainda que toda a comunidade escolar seja rastreada à Covid-19 à medida que tiver lugar o regresso à atividade presencial em setembro. Pede também a negociação de “uma norma de caráter excecional que assegure a possibilidade de integração, no concurso, dos docentes que não se candidataram ao concurso externo”, realizado durante o despoletar da pandemia em Portugal e a reorganização de toda a atividade das escolas e dos professores.

A tomada de medidas que permitam “verificar a correção das listas ordenadas de candidatos à progressão aos 5.º e 7.º escalões da carreira” e a divulgação dos resultados da inspeção de “situações de eventual inflacionamento de notas de alunos” nas escolas constam também da agenda de trabalhos que a federação quer debater com o ministro. Por fim alerta para a necessidade de reflexão “no sentido da tomada de medidas que assegurem o rejuvenescimento do corpo docente das escolas”.

Fonte: JE

2 COMMENTS

  1. Falar com o nogueira não é falar com os professores. É apenas falar com os sindicatos. E com sindicatos discute-se matérias sindicais . Sendo que discutir é também receber propostas e não exigências baseadas essencialmente em combate ao governo. O Nogueira andou confinado e quer aparecer. Simples
    Recordo-vos os protestos derivados do não aparecimento público do ministro. Agora protestam porque aparece.

  2. Para aumentar a capacidade das escolas, o que é evidente ser mais que necessário, para ocorrer a diminuição do número de alunos por turno, ou seja, o ensino presencial, parece-me indispensável voltar ao funcionamento das escolas em turnos (turno da manhã e turno da tarde). Não será uma ideia muito ‘simpática’ e, por isso, uma atitude que, quer o Governo, quer os sindicatos não querem lançar (ou estarei desactualizada, e esta hipótese já foi colocada?), contudo os nossos governantes, muito mesmo nesta terrível situação que vivemos, não foram eleitos para serem simpáticos, mas sim tomar as medidas que forem mais eficazes … Quando começamos a viver em democracia, a escola passou a funcionar em turnos, a única forma de ‘abarcar’ o elevado número de alunos. Apenas quando se começou a fazer sentir, nas escolas, a diminuição do número de alunos, assim deixou de ser. Contudo, neste momento de tão difícil sobrevivência social …..

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here