Início Escola A Nova Educação Inclusiva Está A Gerar Uma Onda De Indignação

A Nova Educação Inclusiva Está A Gerar Uma Onda De Indignação

3379
0

Depois de conhecidos alguns casos que dificilmente deixam alguém indiferente, Santana Castilho escreveu um artigo extremamente crítico sobre a Educação Inclusiva, apelidou-a de uma grande balbúrdia. As reações ao seu artigo mostram uma enorme identificação com o que foi escrito e profunda indignação com o que se está a passar.

Um dos novos pilares do Ensino para 2018/2019 é o Decreto-Lei 54.º, que até teve direito a uma série de manuais de apoio para aligeirar a sua introdução. A realidade, é que a falta de recursos nas escolas está a transformar um não problema num problema muito sério. Muitos são os que estão a apelidar esta inclusão como uma forma perversa de exclusão dos alunos com necessidades educativas especiais (já não se chamam assim mas é o que são), outros apelidam-na de uma forma encapotada de reduzir o número de professores de Educação Especial que cresceram brutalmente nos últimos anos.

Uma coisa é certa, as reações que vou lendo mostram que algo não está bem, mesmo nada bem. E começa a ser muito fumo para remetermo-nos à explicação simplista que estamos numa fase de adaptação ou que os professores não entenderam bem o que se pretende.

É caso para perguntar, onde andam os Sindicatos, ANDAEPs, CONFAPs e afins??? Só estão preocupados com a greve e o tempo de serviço dos professores? E o Ministério da Educação, sabe o que se está a passar? Eu sei que segue o ComRegras, talvez assim fique a saber…

Ficam alguns exemplos do que li no Facebook do ComRegras e mais uns quantos por aí…

Alexandre Henriques

 

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here