Home Rubricas A convocação de uma greve de professores sintoma de saturação.

A convocação de uma greve de professores sintoma de saturação.

399
0

Os professores estão saturados porque todos os dias entram numa sala de aula com 25 a 30 alunos, sem respeito pelo distanciamento, ao mesmo tempo que aumentam o número de casos na escola.

Os professores deviam dar a aula junto à secretária, mas se essa era a intenção, acabam por circular pela sala respondendo às dúvidas dos alunos, pois está no seu ADN pôr os alunos em primeiro lugar, mesmo que agora este ato represente o aumento do risco.

Depois ao chegar a casa, constatam que as 9 horas para preparar aulas, corrigir testes e questões de aula, não chegam, porque é preciso pensar no que fazer com os alunos à distância, além dos presentes, que apresentam diferenças de acompanhamento da matéria o que implica pensar em estratégias diferenciadas para uns e outros. Fazer materiais diferenciados e adequados às diversas situações exige mais trabalho de preparação. O tempo para a família é sacrificado.

Depois houve aquela semana e meia terrível das reuniões intercalares, em que há quem tenha tido todos os dias ocupados das 19 às 21 porque tinham de ser à distância e após a chegada a casa. Em média 3 a 5 dias foram precisos de pesado sacrifício pessoal e familiar para que estas reuniões se efetivassem, admitindo já que a maior parte do pessoal docente tem redução de horário (um horário com uma disciplina com 4 horas semanais teria 5 reuniões). Lembro-me da assertividade de uma colega de inglês que se recusou a prolongar a reunião porque tinha filhos para cuidar.

A relação com os alunos está mais difícil porque os alunos ganharam maus hábitos com o ensino à distância o que torna as aulas mais exigentes do ponto de vista disciplinar e motivacional, tornando as aulas mais cansativas.

Com este clima a profissão docente tem sido mais exigente e a saturação começa a vir à tona, será que já existe uma consciência coletiva e subjetiva propício a uma adesão à greve?

Rui Ferreira

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here