Home Rubricas A bem dos filhos os pais devem mandar neles

A bem dos filhos os pais devem mandar neles

87
0

birraEm locais públicos e não só, sistematicamente assistimos a situações quase dramáticas, de pais e mães totalmente impotentes com os seus filhos/as, aos berros e a fazerem tudo o que bem lhes apetece e a todos incomodando.

A liberdade assumida, que foi transmitida pelos então pais, há três/quatro/ cinco décadas, filhos que hoje são pais/mães, deixou-se por estes transformar, involuntariamente, em libertinagem.

Para estes pais e mães a ideia que têm que traçar um caminho a ser seguido pelos seus filhos/as, para quando forem “grandes” saberem ser independentes, não existe, nem em teoria mas muitos menos na práctica.

Desde criancinhas que nos supermercados ou no café, quando querem qualquer “coisa” basta insistirem, berrarem, fazer fitas, atirarem-se ao chão, porem-se em cima das cadeiras e já venceram, vai tudo o que quiser. Já nem se ralha, já não se sabe dizer não, já não se dá uma sapatada no rabiote, tudo traumatiza, coitadinhos.

Até os adolescentes é que decidem, e já não pais e mães- e nem se está a falar de divorciados que ainda mais trágico se torna – os horários a que irão chegar a casa, e saem mesmo que lhes seja dito para o não fazerem.

E mesmo que seja para estar em locais perigosos, com disparate a mais, álcool a mais, drogas, os pais/ mães “aninham”, não se conseguem impor, seja por nunca o terem querido fazer, seja por força do grupo, seja por também quererem ir para o mundo.

E até em não poucos casos temos relatos de adolescentes que dão umas sapatadas nos pais/mães, e outros que fazem uma espécie de Bullying “postando” nas redes sociais o que filmaram com os ipades, iphones, telemóveis e tudo mais, quando seus pais/ mães lhes estavam a querer – supostamente – dar uma ordem.

O saudável futuro dos filhos sendo o que os pais ambicionam, sem sombra de dúvida que terá sempre que ter uma componente de liberdade e de negociação, mas nunca como vem a acontecer de libertinagem, de inversão de papéis, de serem os filhos quem manda. Como está a acontecer!

Os pais e mães, que já não seguram a canalhada e não são poucos no supermercado ou no café ainda vão a tempo de o fazer evitando levar na cara quando seus filhos, filhas ficarem adolescentes.

Os que já “levam”, já é tarde, ou talvez devam para bem de todos participar a quem de direito! Com todos os riscos inerentes a não terem feito o que deveria ser feito, a tempo.

Todos devem reaprender a reeducar os filhos, em casa, na rua, nos locais públicos, e a dar apoio aos verdadeiros professores que querem ensinar, manter disciplina- sem medo do termo – e ordem na sala de aula , e para isso para lá vão os jovens e os nossos impostos “isso “ pagam, ou não!!.

Augusto Küttner de Magalhães

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here