Home Notícias 6 mil euros para professora agredida com puxões de cabelo, bofetadas, arranhões...

6 mil euros para professora agredida com puxões de cabelo, bofetadas, arranhões e socos

688
0

Família que agrediu professores condenada a penas de prisão suspensas

Suspensão das penas está condicionada ao pagamento de indemnização. Caso ocorreu na Escola Básica do Lagarteiro, no Porto, e motivou uma manifestação de docentes

Os familiares de um aluno da Escola Básica do Lagarteiro, no Porto, que agrediram dois professores foram condenados a penas de prisão entre seis meses e 15 dias e ano e meio. As penas ficam, contudo, suspensas se os três condenados pagarem quantias entre os 500 e os 1050 euros. Estes montantes, caso sejam liquidados, serão descontados às indemnizações a pagar aos professores atacados em maio de 2018.

A docente agredida com puxões de cabelo, bofetadas, arranhões e socos irá receber seis mil euros de compensação, enquanto o colega que foi em seu socorro e acabou, igualmente, atacado pela família tem direito a uma indemnização de 500 euros a suportar, solidariamente, pelos três condenados por crimes como ofensa à integridade física, injúria e introdução em local vedado ao público. O Tribunal Judicial do Porto condenou ainda o avô do aluno a uma pena de três meses de prisão, suspensa por um ano, por ter ameaçado de morte algumas funcionárias da escola.

A violência do episódio motivou, na altura, uma manifestação de professores em frente aos portões do estabelecimento de ensino. Os docentes alertaram para a falta de segurança nas escolas e exigiram ao Governo o reforço do pessoal auxiliar nos estabelecimentos de ensino.

Fonte: JN

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here