Home Notícias 2ª Professora Infetada = 5 Turmas Sem Aulas

2ª Professora Infetada = 5 Turmas Sem Aulas

30201
4

Não entendo o motivo pelo qual são apenas 5 turmas em isolamento. A professora não entrou na sala dos professores, não conviveu com estes, não falou com funcionários?

Fica a notícia.


Mulher infetada com COVID-19 é professora na Amadora. Alunos postos em isolamento profilático

A Escola Básica do 2.º e 3.º Ciclos Roque Gameiro, na Amadora, confirmou à TSF o caso de infeção de uma professora com o novo coronavírus. A unidade de ensino já ativou um plano de contingência.

Trata-se da mulher que foi hospitalizada, esta quarta-feira, no hospital Curry Cabral, em Lisboa.

Esta mulher – na casa dos 40 a 49 anos – esteve na região da Lombardia, Itália, e desde que regressou tem estado a dar aulas. Nos últimos dias manifestou sintomas gripais e acabou por ser diagnosticada com o novo coronavírus.

A sua “situação é estável”, segundo o boletim epidemiológico da Direção-geral da Saúde (DGS).

Alunos em isolamento

Fonte da escola adiantou à referida rádio que a direção da escola e as autoridades de saúde – médicos de Saúde Pública – estiveram reunidas, esta manhã, com os pais e encarregados de educação, tendo determinado que os alunos do 7.º ano irão ficar em casa em isolamento.

Os restantes alunos da escola vão continuar a ter aulas.

À RTP, a diretora-geral da Saúde confirmou à RTP que há “cinco turmas” em isolamento. Segundo a responsável, “os delegados de saúde estiveram na escola (esta manhã) para fazer, juntamente com a escola e com a comunidade educativa, a avaliação do risco”, tendo optado por decretar o isolamento daqueles anos.

O COVID-19 é uma doença provocada por um novo coronavírus, que surgiu em Wuhan, na China, no final do ano passado.

A doença pode causar infeções respiratórias, como pneumonia, e provocou cerca de 3.200 mortos e infetou mais de 94 mil pessoas em 80 países, incluindo seis em Portugal.

Itália é o país mais afetado na Europa e o país anunciou hoje que todas as escolas e universidades encerram a partir de quinta-feira e até 15 de março como medida de precaução face à epidemia de COVID-19, que já provocou mais de 100 mortos no país.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o surto de COVID-19 como uma emergência de saúde pública internacional e aumentou o risco para “muito elevado”.

Fonte: Sapo

4 COMMENTS

  1. Inacreditável como não tomaram medidas imediatas: quarentena pelo menos para os que chegassem da Lombardia… com pagamento do vencimento… Estava na mão do governo, era uma medida óbvia e eficaz, mas permitiram que professores, e outros profissionais que lidam com centenas pessoas, fizessem a sua vida normal apesar do risco evidente… Se a situação se agravar quero ver como responderão como se justificará tal negligência… Deviam fazer um levantamento das pessoas que lidam com muita gente , que chegaram recentemente de Itália e fazer um despiste à doença… Professores há muitos que estão nesta situação e os que lhe mandaram fazer foi lavar as mãos… Pânico não é a solução , mas ter centenas de pessoas infetadas nos hospitais , ao mesmo tempo é capaz de não ser boa ideia… veja-se a Itália…. Deviam a começar a fazer este despiste imediatamente… O Alexandre Henriques, que imagino que terá alguns contactos, poderia contribuir para esta ação mais do que necessária… sendo que já o está a fazer colocando a notícia no seu blogue….

  2. Ate podem estar e devem estar conscientes. Mas se nao houver uma directriz clara e inequivoda a dizer para as pessoas ficarem em isolamento social nos 14 dias seguintes a sua deslocacao a zonas de alto risco, Sem sequer se preocuparem com faltas ao servico pq estas ficarao justificadas apenas com os comprovativos da viagem efectuada, nao controlarao em absoluto o virus. Muito pelo contrario. Nao ha que recear parar ate o pais se for necessario. Pq ele vai parar de qq maneira devido ao surto, mas pelo menos impedem imediatamente a endemia, ou seja a passagem do virus de pessoa para pessoa dentro do pais.

  3. Incrível… ainda mais incrível quando a escola pensa que os alunos em isolamento não têm irmãos. O aluno isolado tem um irmão que vai à escola porque não é da turma da professora…

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here