Home Escola 10 Produtos Low Cost Que Prometem Revolucionar a Casa De Um Jovem...

10 Produtos Low Cost Que Prometem Revolucionar a Casa De Um Jovem Estudante: De Utensílios de Cozinha a Plantas

122
0

Jovem! Se vives sozinho e a tua casa se assemelha a um cenário pós-apocalíptico digno de Hiroxima, este artigo é para ti. Seja porque a entrada na universidade a isso o obriga, seja porque o trabalho se situa numa cidade que implica a procura de uma habitação ou, simplesmente, porque a vontade de ter casa própria se sobrepõe ao conforto da casa dos pais, a verdade é que chamar, com toda a propriedade, lar doce lar, ao local que escolhemos para viver pode afigurar-se uma tarefa complicada.

Estudante ou não, um jovem que decide viver sozinho, por opção ou obrigação, enfrenta vários desafios. O primeiro, e talvez o mais importante deles, é o dinheiro. A bolsa de estudos que se atrasa e mal chega para a famosa massa com atum ou o salário que se esvai com o pagamento da renda do quarto/casa levam a que pelas casas destes jovens ecoe uma palavra: ausência. A ausência de algo que lhes lembre que aquela é a sua casa sejam eles utensílios de cozinha ou, mais prosaicamente, objetos/plantas decorativas que dêem um toque mais pessoal ao novo ambiente.

Conscientes que viver sozinho não é fácil, e mais difícil se torna quando o orçamento é apertado, compilamos uma série de dez itens que poderão revelar-se uma preciosa ajuda aquando da saída da casa dos pais. Não prometemos a metamorfose do cenário digno de Hiroxima de uma casa de estudante num resort em Bora Bora plantado ou da casa do jovem trabalhador na casa de quem o deu à vida, mas com poucos euros e uma mão cheia de criatividade poderá transformar a anónima habitação/quarto num lugar mais confortável.

Dos mais básicos aos mais inusitados, eis dez itens low cost que podem tornar a experiencia de viver sozinho em algo mais “amigo do utilizador”:

1- Parede de Fotos

Não sendo um produto na verdadeira acepção da palavra, criar um espaço na sua nova casa que a torne menos “estranha” e lhe dê conforto emocional pode revelar-se uma excelente decisão. Com um simples quadro de cortiça ou, de uma forma mais artística e menos prejudicial à saúde da parede do seu senhorio, optando por um rolo de fita dupla face de espuma pode pegar nas fotos de familiares e amigos e aplica-los na parede ao sabor da sua criatividade. Com pouco mais de 2 euros e uma ida ao supermercado mais próximo, a sua casa ganhará uma nova alma, a sua.

2- “Porta Coisas”

Livros pelos cantos e documentos espalhados na sala têm os dias contados. Com uma simples sacola de plástico ou papel e um pouco da fita dupla face de espuma pode criar um “porta-coisas” ideal para arrumar pequenos objectos ou livros/documentos e ganhar espaço. Dada a facilidade de montagem pode multiplica-los por toda a casa.

3- Doseador de esparguete

A cozinha. Monstro de sete cabeças para a maioria dos jovens que vivem sozinhos, a cozinha é, na maioria dos casos, um corpo estranho e evitável. Laboratório para as mais excêntricas experiências culinárias, na melhor das hipóteses, este local da casa encontra-se, normalmente, sobrepovoado de lixo e subpovoado em matéria de utensílios de cozinha. Manda o bom e velho desenrasque. Como bons membros das gerações millennial ou Z, pegamos no telemóvel e fazemos uma rápida busca por lojas online que nos possam dar umas ideias quanto a esta problemática e encontramos no site Loja Viva um interessante doseador de esparguete em bambu por menos de três euros. Ideal para quem pensou que já sabia cozinhar pela observação dos pais na cozinha lá de casa, este utensílio permite ao imberbe chef definir, com mais certeza, a dose de esparguete a cozer para juntar ao mítico atum. Além desta vertente mais técnica, e a juntar ao preço, este doseador é leve e apresenta um apelativo design moderno.

4- Microsoft To Do

Não é cara nem é barata, é gratuita. Com a aplicação Microsoft To Do, sucessora da bem-sucedida Wunderlist, tem ao alcance do seu smartphone um criador de listas de tarefas inteligente que o ajudará a lembrar-se, entre outros, das compras que terá de efetuar, da roupa que terá de levar à lavandaria ou dos projetos académicos a entregar. Além disto, esta aplicação sincroniza as tarefas entre o seu telemóvel, tablet e computador instantaneamente.

5-Ambientador amigo do ambiente (e da carteira)

Há-os para todos os gostos. Peúga usada de dois dias, restos de comida a levedar na bancada da cozinha, uma planta a dever dias ao lixo, é escolher. De modo a evitar que os cheiros sejam uma marca de personalidade da sua casa, uma extraordinária invenção veio revolucionar o dia-a-dia de quem começou agora a viver sozinho. Dão pelo nome de ambientadores e, não limpando a casa por si, ajudam imenso a que, pelo menos, o ar dentro de casa seja respirável. O orçamento é apertado, como tal dirigimo-nos ao mercado mais próximo e compramos paus de canela. Sim, paus de canela, não queremos prejudicar o Ambiente com sprays aerossóis. Pegue num frasco borrifador vazio que tenha na casa de banho, deite-lhe dois ou três paus de canela e encha com álcool etílico. Deixe macerar durante uns dias (quanto mais tempo passar, mais intenso ficará o aroma e a cor) até o álcool ficar amarelo e depois utilize-o a seu belo prazer. Falamos de canela, mas poderá conseguir o mesmo efeito com, entre outros, cascas de citrinos, sacos usados de chá ou rodelas de gengibre. Para se ter uma ideia, um saco de paus de canela e um frasco de álcool etílico custam, no total, pouco mais de um euro e meio nos Pingo Doce desta vida.

6- Cabides

Altamente subvalorizados, os cabides são o único meio através do qual as roupas perdidas no chão ascendem aos céus. Bom, talvez tenhamos exagerado, mas a realidade é que um set de cabides faz uma enorme diferença na arrumação da roupa de um apartamento de estudante. Um armário servir-nos-á de pouco sem a sua presença. Baratos e altamente funcionais.

7- Toalheiros com barra dupla, tripla e quadrupla

Da desarrumação do quarto dirigimo-nos à desarrumação da casa de banho. Quase epidémica em casa de estudantes, a imensa “fauna” de toalhas espalhadas pela casa de banho encontra vacina numa pequena busca na Internet. Por pouco menos de dez euros, é possível encontrar toalheiros de barra dupla, tripla e, até, quadrupla que facilitam, não só, a organização geral daquele local da casa como permitem acabar com a promiscuidade na utilização das toalhas.

8- Plantas

Para além de trazerem vida e cor à sua casa, as plantas naturais ajudam a purificar o ar de sua casa. Por poucos euros é-lhe possível trazer um pouco de natureza para dentro de sua casa sob a forma de “Espadas de São Jorge”, “Clorofitos”, “Gerberas”, “Samambaias” ou “Begónias”.

9- Mesa de Matraquilhos

Nem só de pão vive o Homem. Para além da cozinha e do “bom ambiente” de sua casa, o divertimento também tem o seu lugar. Mais indicado para os jovens estudantes que partilham casa, uma mesa de matraquilhos pode bem ser uma boa fonte de diversão. Nas nossas deambulações digitais encontramos mesas pequenas e leves que se adaptam perfeitamente a um apartamento por valores que não ultrapassam os 25 euros. Uma pequena “vaquinha” entre dois amigos ou uma pequena poupança podem valer-lhe um final de noite de estudo (para a descompressão) ou uma noite de copos caseira animada por este jogo tão enraizado na cultura popular portuguesa.

10- Cestos de Vime

Para além de múltiplos na função, tanto podem servir de cesto da roupa suja como arrumo de livros ou simples elemento decorativo, os cestos de vime são resistentes, baratos e apresentam-se como uma solução mais sustentável a nível ambiental.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here