Início Rubricas Um desabafo

Um desabafo

72
3

desabafoVou aproveitar esta oportunidade, que este Blog me dá, de escrever sobre o pessoal não docente, para vos transmitir o que sentem estes trabalhadores.

Muitos de nós trabalhamos há muitos anos nas escolas, gostamos muito de lidar com as crianças ou jovens, até porque foi por isso, que a maioria de nós concorreu a esses postos de trabalho. Percebemos a importância do nosso papel tanto para o funcionamento das escolas como na vida dos alunos. Muitas vezes vamos para além: dos nossos conteúdos funcionais e do nosso horário de trabalho sempre a pensar nos “nossos meninos”. Participamos ativamente  nas atividades das escolas, tanto as organizadas formal como informalmente, ora pelas Direções ou pelos professores, pelos alunos ou pelos pais. Muitos de nós temos na escola o que consideramos a nossa segunda família. Ficamos orgulhosos quando os alunos obtêm sucesso, festejamos com eles e ficamos tristes quando eles não conseguem mas lá estamos ao lado deles para os animar, incentivar para continuarem em frente.

No entanto, todo este entusiasmo tem vindo a diminuir. Hoje é raro ouvir um trabalhador não docente que não se queixe de uma sobrecarga de trabalho, de falta de condições para exercer as funções dignamente, da falta de respeito por parte dos superiores hierárquicos e até dos encarregados de educação. Isto aliado a salários muito baixos – uma grande parte dos Assistentes Operacionais auferem o Salário Mínimo Nacional, 530 Euros –  a uma carreira completamente estagnada – a grande maioria não progride, não muda de posição remuneratória desde de 2005 – e a uma enorme falta de pessoal  leva a que o empenho, a vontade e a disponibilidade destes trabalhadores não sejam o que eram e queiramos ou não traduz-se em menos qualidade da Escola Pública.

Mesmo sabendo, que para a maioria de vocês isto não é novidade. Espero, mesmo de uma forma muito reduzida, ter conseguido passar-vos um bocadinho do que nós sentimos.

Lurdes Ribeiro

Assistente Operacional

COMPARTILHE

3 COMENTÁRIOS

  1. Como tu tens razão no que aqui relatas, isto dura há anos e não vejo forma de as coisas mudarem, pelo contrário, agravam -se cada ano que passa Cada escola tem uma realidade se calhar diferente, mas na minha que é realidade que eu conheço está um caos ….acho que ninguém faz nada e nos funcionários temos de nos safar ..como quisermos,logo qe tudo se faça ..estámos bem. ..

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here