Início Notícias Sec. Estado João Costa diz-se chocado com ataque aos professores

Sec. Estado João Costa diz-se chocado com ataque aos professores

5768
6
COMPARTILHE

Acusei o Ministério de Educação de não defender os seus professores como podem ler aqui. Para ser justo, não posso ignorar as declarações do Secretário de Estado João Costa.

Na entrevista à TSF, o Ministro Tiago Rodrigues tocou um pouco no assunto mas não foi tão contundente como o seu Secretário de Estado.  As declarações foram proferidas no dia 1 de dezembro, no Lar do Professor em Setúbal e foram publicadas na sua página pessoal de Facebook.

Enquanto professor agradeço as palavras, mas julgo que teriam tido mais impacto se tivessem sido ditas numa conferência de imprensa ou numa entrevista a um grande jornal nacional. No entanto, a RTP estava presente e talvez por se sentir atacada preferiu ignorar as declarações do Secretário de Estado.

E se a RTP não faz o seu trabalho, faço eu…

(…) Na qualidade de membro do Governo dizer, que quando estamos perante coisas bonitas, às vezes vemos o contraste com as coisas feias. A mim choca-me, como cidadão antes demais, mas também como responsável do Ministério de Educação, ver nas últimas semanas nos jornais, artigos muito violentos contra os professores. Choca-me ver um país que não é capaz de dizer uma palavra tão simples aos seus professores como obrigado.

(…)

Não é aceitável que se construa uma opinião negativa sobre esta classe profissional, que tem uma missão nobre e fundamental para o país. Eu gostava de na pessoa do professor Júlio Ramos, prestar a minha homenagem a todos os professores, mesmo quando estamos ainda longe de dar aos professores todas as condições que merecem para o exercício da sua profissão. Mas não fique nenhuma dúvida, o Ministério de Educação repudia veementemente, todos os sinais de desrespeito aos professores.

Secretário de Estado João Costa

6 COMENTÁRIOS

  1. Lamento ser cética quanto a isto. O Sr. Sec. de Estado vem de falinhas mansas para ver se acalma as hostes que estão em pé de guerra com o ME. Já o Ministro da Educação sabe que está atado de pés e mãos, daí ser lacónico quanto ao assunto. Tal como hoje foi referido algures, sobre a questão dos plenários, “os nossos professores quando abrem a boca só dizem disparates”. E, espantem-se! Não foi nenhum/a jornalista, nem comentador/a, nem polí[email protected], nem afins! Que tipo de professor/a, e que se julga num patamar superior às zecas e aos zecos, terá dito isto? Pois… por isto e isso continuo a reclamar RESPEITO! Seja por parte do ME, da sociedade, dos que pensam que já não [email protected] e [email protected]! Como zeca lembrar-lhes-ei, sempre que para isso tiver oportunidade, sempre que tiver meios para isso e de acordo com os assuntos que estão na agenda atual: EXIJO RESPEITO!

  2. A RTP esteve lá e hoje transmitiu a notícia:
    Referências a estas palavras? Zero
    Quem ainda acredita na televisão Pública, que todos pagamos com os nossos impostos?

  3. dispenso lágrimas de crocodilo.
    O maior respeito que o ME podia mostrar e uma forma de valorizar, seria precisamente na questão da progressão na carreira; e por causa desta, foi conveniente ao ME o ataque aos profs.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here