Início Escola Salas de aula geladas e não se pode ligar o aquecimento

Salas de aula geladas e não se pode ligar o aquecimento

2068
1

As escolas não têm dinheiro e as que desligam o aquecimento é porque não conseguem pagar a conta da eletricidade. Nenhum diretor no seu perfeito juízo é apologista do congelamento dos seus alunos e professores. Mas a realidade é que existem escolas em que os AC estão desligados e está um frio que não se pode. Pior é que alunos e professores estão em escolas que custaram milhões de euros a reabilitar e agora não têm dinheiro para ligar os dispendiosos ares condicionados, que até são muito mais económicos que os sopradores de calor ou aquecedores a óleo.

Nunca mais me esqueço de uma diretora que afixou a fatura de eletricidade na sala dos professores e que contemplava a módica quantia de 10 mil euros num só mês…

Mas nada disto surpreende, as obras de pompa e circunstância e que foram e são bandeiras de Governos, apelidadas de “Festa” pela triste figura de Maria de Lurdes Rodrigues, estão assim… geladas, a meter água e com sintomas inegáveis da fraca qualidade dos materiais aplicados. O contribuinte pagou como sempre faz, pagou gato por lebre, mas mesmo tendo pago gato por lebre, nem sequer se usufruiu do gato. Milhares de euros de investimento, congelados, numa sintonia peculiar com a carreira docente.

Agora imaginem quem anda a dar aulas no exterior… Ultimamente ando apaixonado por calças da neve…

Foto retirada da página de Facebook Movimento pela vinculação de professores contratados e publicada por Ema Esteves.

1 COMENTÁRIO

  1. Outros tipo de congelamento que tb nunca percebi:

    “Convém esclarecer algumas mentes.

    Os orçamentos financeiros dos Agrupamentos, são divididos por blocos, em que no BLOCO C – se enquadra as despesas fixas – luz, água, comunicações…

    Sempre que se “consome” a dotação inicial atribuída, existe a possibilidade de solicitar reforço de verba do bloco C através de requerimento apropriado! devidamente justificado…

    Nunca as despesas fixas, foram recusadas! O máximo que pode acontecer, são as faturas dos meses de novembro e dezembro serem pagas nos meses de janeiro ou até fevereiro do ano seguinte!

    Portanto, dizer que, não se pode ligar o aquecimento, é um absurdo ou poderá ser algum Diretor que não conheça as regras de gestão ou então algum iluminado armado em ECOgestor…

    No meu serviço, sofremos um pouco disso… estamos todos com uma manta, aliás, os alunos também estão, as salas não têm condições nem equipamentos de aquecimento e os poucos que existem, não estão devidamente dimensionados para as áreas existentes!

    Link para modelo do reforço da rubrica da água, luz, comunicações etc… http://www.igefe.mec.pt/RedeEscolar/Ficheiros/Mapa_Encargos_Bloco_C_2016.xls

    http://www.igefe.mec.pt/uploads/files/oficios_circulares/2017/OFCIRC_3_IGEFE_DOGEEBS_2017.pdf

    No que se refere a despesas de carater fixo, informa-se:

    Para além disto, se no decurso da execução orçamental se verificar que a verba atribuída se mostra insuficiente para suportar os correspondentes encargos até final do corrente ano, poderá ser apresentado a este Instituto, até 30 de outubro 2017, pedido de reforço devidamente justificado e quantificado. “”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here