Início Escola A “revolta” aos TPC deve-se principalmente ao 1º ciclo.

A “revolta” aos TPC deve-se principalmente ao 1º ciclo.

118
6
COMPARTILHE

Após analisar o nosso estudo (1ª parte/2ª parte) sobre os trabalhos de casa, chego à conclusão que a polémica sobre os ditos deve-se principalmente ao primeiro ciclo.

Em primeiro lugar, são os próprios professores do 1º ciclo que mais atribuem trabalhos de casa, estes assim o reconhecem (41,7% atribui frequentemente)

Em segundo lugar, os pais estão muito mais presentes na ajuda aos seus filhos durante a realização dos trabalhos de casa (46,1%), a fraca autonomia e dificuldades de interpretação são elevadas neste ciclo de ensino, obrigando a cuidados redobrados por parte dos pais, pois trata-se de uma tarefa exigente (44,5% dos pais assim o afirmam).

Esta “perturbação” ao tempo disponível dos pais, empurrando para depois muitas das tarefas domésticas é naturalmente uma chatice e acrescenta níveis de estresse a uma vida já por ela estressada… além de que a ligação social entre pais e filhos é muito mais forte no 1º ciclo e há uma necessidade de ambas as partes em passarem algum tempo em “mimices” relaxantes. Há que aproveitar, pois os pequenos ainda não entraram na complexa idade da “gruta”, preferindo os facebooks e afins…

Em terceiro lugar, a elevada carga letiva que existe no 1º ciclo. Há muito que alerto para esta questão e o próprio Ministério de Educação já a assumiu, estando prometida uma redução ainda neste mandato. No próprio inquérito é visível que os trabalhos de casa, associados à carga letiva, são em parte um problema (39,2% professores | 37,3% pais) e quer pais quer professores referem que os trabalhos de casa devem ser limitados no futuro (87,5% professores | 78,5% pais).

Quadro de autoria do ComRegras

Acima de tudo deve haver bom senso e deve ser optimizada a política escolar nesta área, conforme referi à agência LUSA.

“Nas escolas existem turmas bastante heterogéneas, mas o mesmo acontece com a política escolar sobre a temática dos trabalhos de casa. É comum encontrar professores na mesma escola e até a lecionarem o mesmo ano, com visões diferentes sobre os trabalhos de casa e a aplicarem quantidades e frequências distintas. Além do bom senso que deve imperar, pois a carga letiva em Portugal é elevada, as chefias intermédias e até os diretores escolares devem estabelecer critérios a fim de evitar excessos”, observou Alexandre Henriques, reconhecendo que os TPC têm óbvias “vantagens” e “deve ser atribuído quando necessário, mas não deve ser imposto por mera “tradição”.

Ficam os links de mais este estudo ComRegras na comunicação social.

Alunos do 1.º ciclo são os que mais têm TPC

Público | Correio da Manhã | Notícias ao Minuto | TVI 24 | Observador | SIC Notícias

*Textos provenientes da LUSA, autoria da jornalista Cecília Malheiro

É no 1º ciclo que se fazem mais TPC

(Expresso – Isabel Leiria)

6 COMENTÁRIOS

  1. Revolta dos TPC???? Onde??? Quando??? Os culpados são os malvados dos professores do 1º ciclo… E a sugestão também é boa: os diretores a imporem aos colegas uma espécie de média coletivista e ” mandar ”às malvas” os colegas que conhecem as caraterísticas da turma…

    • Os culpados são os malvados dos professores do 1º ciclo e restantes ciclos se abusarem nos ditos. Um colega que manda 50 fichas para fazer durante as férias de natal devia corrigi-los a todos, 1 a 1, para ver se gosta de passar o seu descanso a trabalhar.
      Será normal uma turma de 1º ano ter TPC todos os dias e outra na sala ao lado não ter TPC? Será normal uma escola impor limites nos TPC e outra carregar nos ditos? Autonomia sim, mas com coerência…
      E Rui, se acha que não existe uma “revolta”, as aspas são propositadas, deve prestar mais atenção à quantidade de artigos sobre o assunto, inclusive lembro a greve que houve no país vizinho.

  2. Malvados dos professores do 1º ciclo?????? Vocês por acaso sabem que eles trabalham mais horas letivas do que os restantes ciclos???? Vocês por acaso sabem que eles trabalham mais dias letivos por ano do que os restantes ciclos???? Vocês por acaso sabem que muitos deles têm dois, três ou até quatro anos de escolaridade na mesma sala???? Vocês por acaso sabem que no 1º ciclo o ensino tem de ser muito individualizado????? Vocês por acaso sabem que mesmo tendo apenas um ano de escolaridade na sala, estes professores têm SEMPRE diferentes níveis dentro da sala de aula???? (ou seja, imaginem uma sala com 1º ano de escolaridade. Nesta sala podem haver – e existe na maior parte das turmas – alunos que já estão na consoante r; outro grupo que até já sabe ler palavras e frases com todas as consoantes; outros que até já sabem os casos de leitura; outros que têm muitas dificuldades e não conseguem sair do p e do t;….) enfim a diferenciação é atroz. E neste ciclo, com esta disparidade, eles raramente podem fazer um trabalho igual para todos. Nos outros ciclos isso não acontece e, se acontece, eles estão-se nas tintas para isso. Ou seja, o trabalho é igual para todos (fichas; trabalhos; estão todos a dar a mesma matéria…).
    Vocês por acaso já tiveram a curiosidade de ver o programa de matemática do 3º e do 4º ano???? É ridículo!!! Que digam os pais que têm filhos no 1º ciclo. Aquele programa foi feito para turmas modelo (que são poucas as que existem neste país). Os alunos não têm maturidade para aquela atrocidade. Ainda ninguém viu isso????
    Já repararam que o professor do 1º ciclo tem de dar matemática, português, estudo do meio; cidadania; expressão plástica; expressão musical…. a lista é enorme. Já repararam no número de horas que um professor do 1º ciclo gasta em casa para preparar aulas e material para a sua turma????? Já repararam na diferença do ensino em Portugal e, por exemplo, na Finlândia????? Realmente vivemos num país do 3º mundo com pessoas com uma mentalidade TÃO PEQUENINAAAAA…..

    • Tudo verdade, por isso defendo que o 1º ciclo precisa de dar uma volta. Mas em nada do que refere justifica os excessos que se cometem ao nível dos TPC no 1º ciclo.

      • Maus profissionais existem em todos os sectores, mas isso não justifica a expressão “Os culpados são os malvados professores do 1º ciclo”. Os culpados são aqueles que estão sentados nas suas secretárias a ditarem leis e mais leis sobre as quais nada percebem; os culpados são estes mesmos que não fazem a mínima ideia do que é estar numa sala de aula com uma turma à sua frente; os culpados são estes que estão, pouco a pouco, a mudar programas; os culpados são estes que obrigam as editoras a estarem , pouco a pouco, a mudar manuais; os culpados são estes que estão, pouco a pouco, a “obrigarem” os pais a comprar novos manuais porque o do ano anterior mudou uma vez que o programa voltou a mudar…O ENSINO precisa dar uma GRANDE volta e não apenas o 1º ciclo.

  3. Subscrevo tudo o que foi dito pela colega Lurdes.
    O 1.º ciclo tem que dar uma grande volta. Sugiro que os ditos entendidos na matéria se preocupem com reformas de fundo e depois vamos aos “pormenores” (caso estes ainda existam).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here