Início Notícias Reforma Aos 63 Anos Com Cortes Residuais

Reforma Aos 63 Anos Com Cortes Residuais

3257
14
COMPARTILHE

«Quem tem 63 anos de idade e, pelo menos, 40 anos de descontos vai poder pedir a aposentação antecipada sem uma parte substancial do corte, a partir de janeiro de 2019. O Governo chegou a acordo com o PCP para o alargamento do novo regime das carreiras contributivas longas.

A partir do próximo ano, quem se aposentar antes da idade legal da reforma – que em 2019 será 66 anos e 5 meses – vai deixar de ver aplicado o chamado factor de sustentabilidade, que actualmente reduz o valor da pensão, à cabeça em 14,5%.»

(Carregar na imagem para ouvir a reportagem)

COMPARTILHE

14 COMENTÁRIOS

  1. Mas como o tempo de reforma completo é de 66 anos e 5 meses é só multiplicar por 0,5 a diferença entre a idade atual e a referida anteriormente.
    Exemplo: a um professor com 63 anos, faltam-lhe 3 anos e 5 meses num total de 41 meses, que multiplicados por 0,5 dará 21% de penalização.
    Estarei enganado?
    Dirão uns, se as constas tiverem certas que já é melhor que o que havia, mas para a maioria é insuficiente.
    Há que aguentar…

    • É verdade João Santos a carga de 21% de descontos ainda é elevada… também não sei se não é arriscado morder a “cenoura”…😄

      • Ana, é só adicionar 20,5% com 14,5%, para o exemplo dado: 63 anos completos e 40 de serviço.
        Se acha que é pouco 35% … avance, mas tenha em atenção o quadro seguinte onde em função do tempo de serviço, é indicada a idade para se obter a pensão completa (fonte CGA, consultada hoje))

        Quadro I
        Idade normal de acesso à pensão de velhice
        Tempo serviço aos 65 anos de idade (anos) Idade normal de acesso à pensão de velhice

        Tempo serviço Idade normal de acesso à pensão de velhice
        41 e 42 e 43 e 44 65 anos

  2. Ana, bom dia.
    Copiei o quadro da CGA, mas este não saiu correto.
    Sendo assim transcrevo; mas tenha em atenção qque isto s´é válido até 31.12.2018

    Tempo de serviço aos 65 anos idade normal de reforma
    menos de 41 anos 66 anos e 4 meses
    mais de 41 e menos de 42 anos 66 anos
    mais de 42 e menos de 43 anos 65 anos e 8 meses
    mais de 43 e menos de 44 anos 65 anos e 4 meses
    igual ou superior a 44 anos 65 anos

    fonte: sítio da CGD

    • Muito obrigada, João.

      Continua a ser um grande corte, sabemos.

      Para alguns poderá ser uma saída menos má, atendendo a circunstâncias pessoais várias.

      Para outros, o ir aguentando a coisa à espera de melhores dias ou a recusa em sair de um longo percurso profissional, cheio de pedras no caminho, pela porta dos fundos.

  3. O que significa “Reforma aos 63 Anos Com Cortes Residuais”?
    Cortes residuais? De 21%?
    A maior parte dos atuais aposentados trabalhou até aos 56 anos de idade e 36 anos de desconto. De repente, puseram 10 anos em cima…
    Mas porquê?

  4. O pior é que não é apenas isso. lendo o texto todo. vemos que não basta ter 63 anos e 40 de descontos, mas precisa sim, ter 63 anos e ter 40 anos de serviço aos 60 anos. Por isso, é 63 anos e 43 de serviço e não 40. Pena que a notícia não esteja completa e o nosso governo queira nos induzir em erro.

  5. No meio desta trapalhada,até muintos Entendidos e jornalistas nao explicam o assunto corretamente ou nao sabem.No final sao areias atiradas aos olhos das pessoas.

  6. Boa tarde
    Eu faço em 2019, 64 anos e tenho 45 anos de descontos.
    Antes os anos acima dos 40 de trabalho davam por cada ano 4 meses a descontar a idade da reforma. Ou seja 5 anos vezes 4 meses dava 20 meses, ou seja mais de ano e meio a somar aos meus 64 anos. A penalização não seria complicada.
    Será que me podem ajudar nesta questão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here