Início Escola Os Alunos Dos Cursos Profissionais Ainda Fazem Exames Este Ano?

Os Alunos Dos Cursos Profissionais Ainda Fazem Exames Este Ano?

3995
7

O site Uniarea, especialista em alunos de Ensino Superior, levanta a dúvida quanto à realização, ou não, de exames neste ano letivo para os alunos dos cursos profissionais que queiram seguir estudos para o Superior.

O ComRegras esclarece que, o decreto-lei 55.º, que estabelece o currículo dos ensinos básico e secundário e os princípios orientadores da avaliação das aprendizagens, só afeta os alunos que ingressaram este ano no Ensino Secundário. Logo, neste ano letivo, qualquer aluno dos cursos profissionais que queira seguir o Ensino Superior, terá de realizar os exames como um aluno de Ensino Regular.

Para os alunos dos cursos profissionais que ingressaram agora no 10º ano, estes já não terão de realizar exames se quiserem aceder ao Ensino Superior, mas farão sempre as provas de ingresso que as faculdades lhes exigirem.

Alexandre Henriques


Especial Novo Concurso Especial de Acesso para os Alunos do Ensino Profissional

Capítulo 1: Tudo começou no fim de Março, em que o ministro do Ensino Superior, Manuel Heitor, adiantou, segundo o jornal Expresso, que os estudantes que concluam o ensino secundário em cursos profissionais vão poder aceder ao ensino superior sem terem que realizar exames nacionais. Na altura vários meios adiantaram que seriam realizados exames locais, à imagem de outros concursos especiais que existem, como o concurso especial para os maiores de 23 anos. Esta forma de acesso substituiria o acesso pelo concurso nacional, onde atualmente são obrigados a realizar 2 exames nacionais, além das provas de ingresso pedidas pelo curso em causa.

Capítulo 2: no seguimento desta notícia, conversamos com João Sobrinho Teixeira, Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior,  para esclarecer algumas das dúvidas que existiam. Sugerimos que leiam a entrevista toda, que mostra a visão do governo nesta matéria, podendo ser resumida com esta afirmação: “Seria justo que estes jovens fizessem exames nacionais, nunca tendo aprendido determinados conteúdos? Penso que, com esta pergunta, respondi à questão.”

Capítulo 3: mostrando que o governo está todo envolvido na medida, o primeiro-ministro criticou a atual desigualdade no acesso ao Superior de alunos do profissional. “Conseguirmos cumprir os nossos objetivos no acesso ao Ensino Superior exige que eliminemos as barreiras que introduzem fatores de desigualdade à entrada no ensino superior por parte dos jovens que fazem o Ensino Secundário pela via profissional” , frisou António Costa.

Capítulo 4: já perto do fim de abril, soube-se que a alteração do acesso ao ensino superior para os alunos com origem nos cursos profissionais, por concursos locais nas instituições, não vai obrigar a exames adicionais e deve ter apenas por base as notas e competências adquiridas pelos alunos. A garantia foi deixada pelo ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, no parlamento. Ficou também prometido que o processo ficaria fechado em maio.

Capítulo ?: estamos a caminhar para o fim de maio, os alunos do ensino profissional  estão inscritos nos exames, e não há qualquer certeza se os têm de fazer ou não, dado que não foi libertada qualquer nova informação sobre este novo concurso especial. Sugerimos que estejam atentos ao Uniarea nas próximas semanas e como salvaguarda continuem a contar com a realização dos exames.

Fonte: Uniarea

COMPARTILHE

7 COMENTÁRIOS

  1. Olá Alexandre, embora não tenham sido dado os créditos completos, esse texto é da minha autoria da newsletter do Uniarea. Parece-me que está a confundir o acesso ao ensino superior pelos alunos do ensino profissional através do concurso nacional de acesso, em que continuam a ser obrigatória a realização dos exames nacionais, do novo concurso especial de acesso que está a ser criado, exclusivo para alunos do ensino profissional, e onde no passado mês foi garantido que não será necessário realizar qualquer exame nacional. O acesso através do concurso nacional, realizando exames nacionais, e regulado pelo decreto-lei que refere, que é do ano passado, continuará a existir.

    • Sim, estava a referir-me ao acesso geral. Obrigado, mas tb fica o esclarecimento. Quanto aos créditos, fiz citação da fonte.

      • A newsletter que cita diz respeito ao novo concurso especial de acesso, como aliás até está no título, o em que não terão de realizar nem exames nacionais, nem exames adicionais, pelo que o seu esclarecimento, ao referir-se ao concurso nacional, não faz qualquer sentido. Está a trocar alhos com bugalhos, e confunde mais as pessoas do que esclarece.

  2. Boa tarde, tenho uma filha que este ano lectivo(19/20) está no 11ªano do ensino profissinal.
    Vai entrar na faculdade no ano lectivo 21/22 o que tem que fazer para entrar? Exames nacionais? Provas de ingresso?
    Obrigada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here