Início Editorial O concurso de professores não pode continuar assim. Alguém tem de parar...

O concurso de professores não pode continuar assim. Alguém tem de parar com isto!

1590
1
COMPARTILHE

Isto é uma palhaçada total, só que não tem graça nenhuma. É concurso interno antecipado, concurso de mobilidade interna, concurso externo, concurso externo extraordinário, concurso de contratação inicial, reserva de recrutamento, QZP, QA, Contratados, concursos ordinários, concursos extraordinários, concursos ordinários com extraordinários, vagas, recuperação de vagas, horários completos, horários incompletos, mobilidades por doença, substituições, etc…

Isto chega ao ponto de haver um manual de instruções para concorrer, um blogue especializado em concursos, onde até um livro foi lançado. Se não fosse o Arlindo e o Rui Cardoso, ai Jesus o que seria dos professores.

Eu costumo brincar e dizer que para concorrer no concurso de professores é preciso tirar um mestrado. E como se já não bastasse, o próprio Ministério da Educação muda sistematicamente as regras, confundindo ainda mais os professores. A catadupa de informação e esclarecimentos é sistemática, por isso não é de estranhar que os professores passem o tempo a fazer perguntas, muitas delas, verdade seja dita, porque as pessoas não leem os avisos de abertura e o próprio manual de instruções.

O Concurso de professores é ridículo, não faz qualquer sentido, e alguém, já nem digo o Ministério da Educação que já provou a sua incompetência nesta matéria, tem de pôr a mão na consciência e dizer BASTA, que isto é demais. É um “complicómetro” na plenitude dos seus poderes.

Os professores precisam de estabilidade, as suas famílias precisam de estabilidade e as vagas a concurso devem permitir essa mesma estabilidade.

Isto não é ciência nuclear, é até muito simples. Basta abrir um concurso com as vagas reais, colocar toda a gente em fila indiana e depois colocar as pessoas, tudo na mesma fase. Quem tem vaga entra, quem não tem fica na fila de espera.

Para quê complicar?

Alexandre Henriques

P.S – não me coloquem perguntas sobre os concursos, eu sinceramente já desisti de tentar perceber aquilo.

Por que é a colocação de professores polémica?

Ministério da Educação mudou regras e poupou 40 milhões

Partidos à esquerda e à direita do PS arrasam concurso de professores

Fenprof exige anulação do concurso para professores contratados

(Público)

 

COMPARTILHE

1 COMENTÁRIO

  1. “Isto é uma palhaçada total” – ABSOLUTAMENTE DE ACORDO.
    MAS É UMA PALHAÇADA INTENCIONAL e PROGRAMADA!
    Do tempo da boa fé da administração pública (qualquer que ela seja) já só rezam os textos legais …
    COMPLICAR reduz a transparência dos actos, a capacidade de controle e fiscalização e a capacidade de reacção/defesa dos cidadãos – isto é aquilo que, efectivamente, se pretende.
    Não é a incompetência ou o desconhecimento que nos desgoverna… é mesmo a má fé!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here