Início Rubricas Já e agora, uma GREVE às avaliações!

Já e agora, uma GREVE às avaliações!

867
1
COMPARTILHE

Caros colegas, não sei se leram a sondagem no outro dia neste site “ComRegras” sobre as formas de lutas que nós docentes consideramos realizar. A que teve maior percentagem, que é também uma das quais eu mais concordo, é a da greve às avaliações, mas JÁ e AGORA colegas. Notem que eles marcaram a reunião para dia 15 de Dezembro, e pelo que notámos até agora o respeito que eles demonstram ter por nós é ZERO. Pensem comigo porque será que eles adiam e adiam as conversações cada vez para mais tarde??Todos nós temos sido por anos demais tratados desumanamente. Ao longo dos meus percursos por várias escolas e regiões do país, encontrava colegas que prejudicavam a sua família, a sua vida pessoal, dos seus filhos e até noites sem dormir para conseguir cumprir com dignidade as suas responsabilidades avaliativas, organização de aulas, documentos, adaptações de currículos e por aí vai….Por todas as escolas que passei vi uma grande maioria de colegas a darem tudo por tudo pelos seus alunos prejudicando continuamente a sua vida pessoal.

E agora somos tratados como marionetas pacíficas…aqueles que de vez em quando fazem uns barulhinhos mas depois acatam toda a indecência de leis que lhes impõem…e assim tem sido desde que descobriram a excelente desculpa da crise… Da crise para quem é cumpridor, para quem trabalha e desconta, para todos nós docentes, que temos sido pais, mães, psicólogos, enfermeiros, médicos e sei lá mais o quê dos nossos alunos. Que todos os dias acatamos má educação, alunos sem material, muitas vezes emprestando e pagando do nosso bolso para mais uma das falhas que alastram pelo nosso pais devido à má gestão do dinheiro no nosso país. Não podemos aceitar o inaceitável colegas…. se dependesse de mim convocava JÀ e AGORA uma greve às avaliações, mas isso é algo que tem de vir dos sindicatos…JÁ e AGORA para “ofender” os senhores políticos que acham que temos de nos calar sempre e aguardar, com medo, pelas prendas envenenadas que nos têm dado reunião após reunião. Precisamos incomodar JÁ e AGORA, fazer-nos ouvir, fazer compreender ao país como é chegar às escolas e os professores não se rebaixarem mais porque estamos fartos da conversa de que não fazemos nada nas aulas, ganhamos muito e temos muitas férias…sem falar nas condições dentro das escolas….JÁ e AGORA seria uma ótima altura para podermos gozar um pouco dessa fama que nos persegue, e assim quem tem filhos e vida familiar, poder desfrutar do seu direito à família e ao descanso no fim de semana, em vez de estarmos horas e noites a fio, mais fins de semana a preparar as avaliações que o senso comum acha que se faz com uma perna às costas….estou farta de ser maltratada pelo governo, pelos multimedia, pelos encarregados de educação e por uma quantidade já bem extensa de alunos mal educados.

Temos de incomodar JÁ e AGORA colegas, poderemos organizar-nos nos conselhos de avaliação, porque basta faltar um elemento para a reunião de avaliação ser adiada…e sim claro que isso será um caos e uma incógnita no meio escolar, mas afinal não foi isso que nos fizeram até agora também? Então seria justo que o governo vá para a próxima reunião com a mesma indisposição que nos ofereceu nestas ultimas reuniões de prendas falsas. Se os professores faltarem dias seguidos (não precisamos ser sempre os mesmos, organizando-nos em cada escola, e em cada dia faltam 2 ou 3 professores), e se as avaliações não saírem a tempo, com os pais reclamando, com o caos nas escolas, com mal estar no ensino público garanto-vos que o Natal dos nossos políticos não será concerteza agradável, mas pelo menos provarão um pouco do veneno que nos estão a querer impingir….ou então, talvez esteja enganada, e adiemos as greves para dia, 3, 4 e 5 de Janeiro….vamos continuar no nosso conforto de aproveitarmos a interrupção do Natal para esquecer um pouco do que nos aguarda pelo resto das nossas vidas….e depois em Janeiro vamos….vamos lutar???a mim parece-me já tarde demais…..desculpem o longo texto,e se pareço radical, mas se o governo não recuar a mudança no nosso futuro será igualmente radical….respeito quem tenha opiniões diferentes estamos todos a tentar encontrar uma forma de reaver os nossos direitos.

Rute Almeida

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here