Início Rubricas O Intervalo é sagrado! Castigos colectivos são “crimes de guerra”!

O Intervalo é sagrado! Castigos colectivos são “crimes de guerra”!

887
2
COMPARTILHE

Costumam retirar o intervalo aos alunos como forma de castigo?

Sem querer incendiar polémicas trago-vos um episódio caricato e até doce. Pretexto para reflectirmos um pouco sobre práticas generalizadas, mas nem sempre ponderadas.

Aparentemente, algures no Reino Unido, houve uma menina de onze anos que teve a coragem de dizer “o rei vai nu”.

Num inquérito da escola sobre os professores, uma das questões era de que forma poderiam fazer melhor. Ava Morison-Bell sugeriu que “não usassem castigos colectivos” porque não era justo para aqueles “que não tinham feito nada”. Até aqui, nada de novo.

Onde Ava surpreende é ao citar as Convenções de Genebra 1949 para provar que esta atitude é um “Crime de Guerra“!!!!

No que diz respeito a castigos:

a verdade é que quem dá o pão também dá a educação;

mas nem sempre nem nunca

porque não é com vinagre que se caçam moscas!!!

Sou contra castigos colectivos, mais comummente a retirada do intervalo. (“De castigo ficam cá todos no intervalo” )

Porque me parece um desrespeito para todos.

Por um lado, porque, como Ava nos lembra não é certo pagar o justo pelo pecador (e eu  hoje a dar-lhe com os ditados populares!).

Por outro lado, porque mesmo o pecador não merece ficar privado do que me parece já ser tão pouco tempo de liberdade exterior, de expansão de energias e de golfadas de ar puro.

Para além disso, é contraproducente: vira-se o feitiço contra o feiticeiro. Ficam na sala de aula porque se portaram mal e estavam agitados. Logo, não vão libertar energias. Consequentemente, na aula seguinte, mais agitados estarão, não?

Marta Pereira

2 COMENTÁRIOS

  1. Claro é uma grande desgraça ficar sem um intervalo. Proponho uma dúzia de psicólogos para tratar os grandes traumas destas crianças marcadas para a vida! É esta a gravidade de assuntos da atual escola portuguesa!
    E é claro , pelo menos para mim, que ninguém deve pagar por algo que não fez… mas não é um crime de guerra, nem tem uma grande dimensão, nem tem grande importância.

    • Quando está trânsito e temos que ficar parados numa fila porque houve acidente ficamos felizes?
      Quando nos sentimos injustiçados porque somos penalizados pelo todo achamos bem? Somos felizes? Aprendemos algo de bom e de novo?

      Mas somos muitos na fila não é? E a injustiça é coletiva certo? Pois… não será uma guerra nem o fim do mundo mas que é uma chatice e nada tem de pedagógico. .. e eu sou professora do 1o ciclo. Sei do que falo. Em 20 anos de serviço nunca percebi a lógica da penalização coletiva…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here