Início Rubricas Haverá a informação de que os animais de estimação não podem defecar...

Haverá a informação de que os animais de estimação não podem defecar em todo o lado?

130
1

O respeito que é devido a qualquer animal doméstico ou não, é uma realidade, mesmo que não houvesse legislação nesse sentido, é nunca, nunca se lhe deve, nem pode fazer mal. Isto é uma norma universal, tê-los como animais domésticos em casa e levá-los a fazer as necessidades à rua já são opções individuais, e, como em tudo na vida, deveríamos respeitar os outros e o seu espaço, para sermos respeitados e ter o nosso espaço respeitado.

Claro que “isto” está longe de acontecer entre Pessoas, dado o individualismo e egocentrismos exacerbados que hoje a todos nos “ataca”. Cada um trata de si do seu umbigo, do seu espaço e os “outros, Pessoas ou animais menos dotados que as Pessoas, ” são os outros não sou o “eu”. E o “eu” é o que importa. Qual Donald Trump! E na condução não se fazem “piscas” dado que, se “eu” sei que vou mudar de direcção porque terei avisar o que vem atrás de mim, ou até em sentido contrário. Se “eu” vou a guiar, para que raio haverei de travar, parar e depois arrancar novamente para deixar passar o peão que vai na passadeira, e na condução há um infindável role de incumprimentos /egoístas visto, revistos e praticado por quase por todos a cada dia que passa. E cada vez morre mais gente atropelada em passadeiras, mas “tem que ser”!  É assim, pronto! O que demonstra o desrespeito pelo outro que cada um tem e cultiva, com imenso orgulho! No resto também, e ninguém se levanta num transporte público se chegar uma pessoa de idade, que vá a pé, que “eu” vou tão bem sentado. Todos pensamos no “eu” vinte vezes ao dia e zero no “outro”.

Quanto aos animais domésticos que muitos e cada vez mais o são e gostam de ter, têm todos os direitos e mais algum em o fazer, mas também teriam que ter deveres, e “isto” por vezes fica um pouco esquecido. E temos cães que não andam seguros pela trela, e o “dono” diz que não morde, é muito bonzinho. Quando de facto pode não morder, mas nem todos têm que gostar destes animais, unicamente não os pode tratar mal, mas podem ser-lhes imparciais. E, os “donos” que ficam à espera que os seus animais defequem no jardim, que seria um belo espaço para crianças brincar e velhos no Verão estar- mas não dá por ficarem “um pouco sujos”-   e depois nem vão limpar os dejectos. E estes – dejectos – nos passeios que vêm agarrados aos nossos sapatos e sujamos as nossas casas, e cheira mal. E os cães presos junto às portas dos estabelecimentos comerciais – quando não lá dentro,- a ladrar por estarem cansados de presos ali estarem, e a fazerem ali as suas necessidades, claro com toda a liberdade, dado que acontece, aconteceu, acontecerá, e claro a culpa não é do cão! Convenhamos que “isto” não é nada exemplar. E se querem ter os seus animais de estimação –e,  muitos são abandonados na altura de férias por os “donos” não saberem onde os deixar, como os velhos, pessoas/velhas nos hospitais, por velhos estarem/serem –  tenham-nos, tratem-nos bem, um direito sem duvida, mas façam-nos respeitar os outros e os espaços de todos, nós! Ou não!

COMPARTILHE

1 COMENTÁRIO

  1. Talvez seja “isto” mais uma prova da falta de civismo que temos, e de respeito pelo outro.

    Foi um espectáculo deprimente, o cão preso, à entrada de um supermercado cheio de movimento, a fazer as suas necessidades com toda a naturalidade……

    E parece que o faz todos os dias…..e….ou limpa a dona….ou limpa a senhora da limpeza do supermercado….tudo tão normal……..

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here