Início Escola Há Professores Com 24 Turmas A Seu Cargo

Há Professores Com 24 Turmas A Seu Cargo

4401
2

Professor A:

5 turmas | total de alunos a seu cargo – 125 alunos

Professor B:

24 turmas | total de alunos a seu cargo – 600 alunos

* cálculo efetuado tendo como base uma média de 25 alunos por turma

Ambos são professores, ambos frequentam a mesma escola, mas ambos têm cargas laborais totalmente diferentes.

Não é preciso ser muito perspicaz para entender que o número de turmas e o número de níveis que um professor tem, determina grande parte da sua carga laboral ao longo do ano. Se somarmos a isso, as escolas que sofrem de reunite aguda, “obrigando” os professores a uma carga suplementar de horas laborais, rapidamente concluímos que o burnout não é apenas um soundbyte que está na moda.

E para rematar o assunto, o professor com 600 alunos provavelmente ainda recebe menos 300, 400 ou 500 euros líquidos que o colega com 125 alunos.

Imagino o entusiasmo…

Partilho convosco o email que me chegou com pedido de anonimato.


Contrassenso

Basta uma breve pesquisa pela Web e notícias como esta “A área das tecnologias de informação lidera os pedidos de recrutamento num Portugal cada vez mais tecnológico Em áreas como as tecnologias de informação (TI) há já um défice entre a oferta e a procura (…)” in https://www.dinheirovivo.pt/economia/o-emprego-do-futuro-chama-se-tecnologias-de-informacao/  (23.04.2018)

E, poderemos então questionar, que andamos nós a fazer com a disciplina de Tecnologias da Informação e da Comunicação? Parece um contrassenso! Esta disciplina, que agora abrange o 5.º ao 8.º ano de escolaridade, tem a duração de um tempo de 45 minutos por semana (os alunos terão cerca de 34 aulas/ano), ou um tempo de 45 minutos por semana em regime semestral (os alunos terão metade das aulas em regime anual), ou 90 minutos quinzenalmente. A autonomia das escolas assim o permite.

Olhar para este panorama poderia não ser intrigante se, com isto, alguns professores, não tivessem um número brutal de turmas. Acreditam que há professores que lecionam 24 turmas? Professores que têm que avaliar todos estes alunos!?

Até poderíamos considerar um não problema se os professores estivessem em início de carreira! Jovens, com força! Mas, os professores desta área também envelheceram! E, muitos já passaram os 20 anos de serviço. Mas, muitos não tiveram direito à redução de 2 tempos aos 40 anos, nem aos 45 anos!

Será socialmente justo? É humanamente aceitável?

COMPARTILHE

2 COMENTÁRIOS

  1. Eu cheguei às 11 turmas tendo uma redução de horário de 2 tempis lectivos obtidos ais 40 anos quando a escola funcionava com blicos de 90 minutos. Aos 55 anos tive direito a mais outra redução sendo tendo passado para 18 horas lectivas, mas o número de turmas baicou apenas para 10. Graças a Deus, a escola retomou as aulas de 50 minutos e então , e só por esse facto, passei a ter 9 turmas mantendo as 18 horas lectivas. Na altura das reuniões, sente-se a diferença. Depois existe também o número de níveis que leccionamos, durante os piores anos, três niveis e de ciclos diferentes. Reuniões de grupo a duplicar, elaboração de exames e correcões a duplicar, problemas disciplinares múltiplos e uma questão que quase ninguém põe, que é ser porofessor dos mesmos alunos durante 5 anos ou mais. Isso nem sempre é bom. Normalmente os conflitos acontecem com mais frequência com os alunos repetentes e o seu comportamento acentua-se ou agrava-se quando já conhece o professor há anos. Têm uma ideia preconcebida do professor, formada no 5⁰ ano de escolaridade que depois se manifesta nos comportamentos nos anos seguintes. Nesta fase crescimento, de criança para adolescência, pode ser positivo para o aluno mudar, quer de professor, quer de turma .

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here