Início Notícias Governo Avança Com Os 2 Anos, 9 Meses E 18 Dias

Governo Avança Com Os 2 Anos, 9 Meses E 18 Dias

298
1
COMPARTILHE

Começo a achar que este Ministério de Educação/Governo padece de qualquer forma de autismo… Se já sabem que o Parlamento  vai chumbar o decreto dos 2-9-18( isto se Marcelo não chumbar antes), se já sabem que o Parlamento obrigou a negociação de todo o tempo de serviço – e não venham dizer o contrário pois o PSD aprovou a primeira parte da proposta do PCP onde consta a recuperação de todo o tempo de serviço – para quê este empurrar com a barriga?

Será que António Costa e seus amigos querem mesmo seguir o caminho da arrogância?

Governo espera cinco dias para retomar processo legislativo sobre professores

O Governo não leva esta quinta-feira a Conselho de Ministros o seu decreto que recupera parcialmente o tempo de serviço dos professores e só legislará esgotado um prazo de cinco dias para os sindicatos pedirem uma reunião suplementar.

“O Governo retomará o processo legislativo do decreto-lei que permite aos docentes dos ensinos básico e secundário, cuja contagem do tempo de serviço esteve congelada entre 2011 e 2017, recuperar dois anos, nove meses e 18 dias, a repercutir no escalão para o qual progridam a partir daquela data. O Governo evita, desta forma, um impasse que só prejudica os professores”

Fonte: Jornal de Negócios

COMPARTILHE

1 COMENTÁRIO

  1. OCDE. Portugal deveria apostar na reforma antecipada de professores sem penalizações

    6/12/2018, 16:01

    ortugal deveria considerar flexibilizar as regras de aposentação de professores, criando um sistemas de reformas voluntárias sem penalização. Esta é uma das recomendações da OCDE no seu mais recente estudo sobre a utilização de recursos escolares em Portugal.

    “A introdução de regras flexíveis de aposentação traz muitos benefícios, embora haja algumas soluções a evitar”, lê-se no relatório divulgado esta quinta-feira. Para a OCDE, a aposentação voluntária e sem penalizações seria uma forma de oferecer um mecanismo “para que professores mais velhos pudessem abandonar uma carreira cognitiva e fisicamente desgastante de uma maneira digna”.

    https://observador.pt/2018/12/06/ocde-portugal-deveria-apostar-na-reforma-antecipada-de-professores-sem-penalizacoes/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here